Mudam data da leitura do Relatório da CPI da Infelicidade

Os membros da CPI da Infelicidade estiveram reunidos na segunda-feira na Câmara Municipal, quando decidiram por 3 votos a 2 adiar a leitura do Relatório para o dia 13 de Março atendendo a solicitação do vereador Ivanildo. Os vereadores Bruno Hartmann e o presidente Jair Júnior acompanharam o voto. Enquanto Lucas Neves e  João Maria Chagas votaram contra. O motivo do adiamento aconteceu em virtude do vereador Ivanildo ter solicitado prazo para estudo do Relatório, o qual tem um conteúdo de aproximadamente 800 páginas, e sua alegação foi apresentada já que não tinha condições para votar. Na verdade, o interesse do vereador é ainda maior para saber como ficará o PR em Lages após manter uma conversação com presidente dessa sigla partidária. O que se sabe é que, se manter a neutralidade de Ivanildo, ou até mesmo a sua ausência, prevalecerá o Relatório do vereador Lucas Neves. Segundo informações extra  oficiais, toda essa questão, já considerada mesquinha e rasteira, tem  tudo a ver com o propósito do presidente da CPI, vereador Jair Júnior que quer indiciar 8 pessoas e o Relatório aponta 5 nomes. O que se espera é que, realmente no dia 13 de março o Relatório seja apresentado sem mais delongas.  Essa postergação, até pode ser um direito do vereador que diz querer apreciar o conteúdo do Relatório, muito embora tenha  800 páginas em aproximadamente 7 dias. O edil tem curso de leitura dinâmica? E o que pensa mudar depois de apreciar todo o Relatório? Ela está seguindo determinações do seu partido ou outros interesses alheios ao rito da CPI? São essas indagações  que estão no ar a espera de respostas concretas.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!

Deixe um comentário