Seu Natalício tem mais de 70 anos, chega como um garotão, de bicicleta e mochila nas costas, para tomar a vacina contra o coronavírus e dá um banho de jovialidade e bom humor

“Subo morro, desço morro. Não é qualquer gente nova que me iguala. Eu não me amedronto. Não podemos frouxar. Já passei por tanta coisa nessa vida que não é o receio do amanhã que vai me derrubar (…) Os traços do meu corpo podem até entregar a minha idade, mas meu espírito é novo, e nessa mochila carrego o sonho de um mundo livre de novo, em que se respire fundo e as pessoas possam se dar as mãos.” – Natalício Corrêa da Silva

Lembra de quando você era criança e a ansiedade e o medo se combinavam na hora de dar as primeiras peladas na primeira bicicleta da sua vida? Aquela com rodinhas complementares, todas ruídas com o passar do tempo, de tanto andar para lá e para cá.
A bicicleta enchia você de alegria no dia em que abandonava esta “ajudinha”, pois se tornaria, naquele, instante, mais independente? Os tombos não deixavam você desistir, era só levantar, sacudir a poeira da roupa e seguir.


Pois é, a palavra desistir não faz parte do vocabulário do senhor Natalício. Um senhor no auge dos seus 70 e poucos anos que dá show em muito gurizinho por aí saiu cedo de casa nesta terça-feira (23 de março), no loteamento Jardim das Camélias, com sua bicicleta vermelha com detalhes azuis, para ser um dos primeiros da fila para imunização contra o novo coronavírus, gerador da doença Covid-19 na etapa aos idosos com 73 anos, no Parque de Exposições Conta Dinheiro, em Lages.
E não bastasse a dádiva de alcançar os 73 anos com tanta disposição, ele faz aniversário no mesmo dia de Jesus Cristo, 25 de dezembro, daí vem seu nome peculiar. Casado com sua companheira de 68 anos de idade – prestes a ser imunizada assim que novas doses sejam distribuídas a Lages, e a sua faixa etária, acionada – Natalício tem outra companheira leal de todos os dias, a bike, que lhe leva todos os dias às compras nos mercados e feiras, com praticidade no trânsito. Por isto as duas cestas no veículo.
Pai de três filhas, avô de seis netos e bisavô de duas meninas, o aposentado que trabalhou décadas na roça, nascido na localidade rural Lambedor, recorda que a convivência com as crianças só lhe proporciona ainda mais vontade de viver. E mais que uma funcionalidade, a relação com a bicicleta é um exercício saudável. “Subo morro, desço morro. Não é qualquer gente nova que me iguala. Eu não me amedronto. Não podemos frouxar. Já passei por tanta coisa nessa vida que não é o receio do amanhã que vai me derrubar. Se a vacina é um dos caminhos para ter saúde e vida longa, temos mais é que aproveitar e responder aos chamados do Poder Público. Os traços do meu corpo podem até entregar a minha idade, mas meu espírito é novo, e nessa mochila carrego o sonho de um mundo livre de novo, em que se respire fundo e as pessoas possam se dar as mãos”, confessa o idoso, acrescentando, ainda: “Não tem porquê ter medo, medo a gente tem de ter de ficar doente, internado em uma UTI ou à mercê da sorte à espera de um leito. Já pensou? Então, vamos todos nos proteger, é nossa missão enquanto cidadãos, é a nossa vida que está em jogo. Minha expectativa era imensa, eu não via a hora de vir receber a vacina, isso é sinônimo de vida. Estou imensamente feliz.”
Natalício Corrêa da Silva, 73 anos, saiu da sua residência, no Jardim das Camélias, e se dirigiu até o Parque de Exposições, local onde o drive-thru contempla, neste atual estágio, a imunização contra a Covid-19 aos idosos com 73 anos completos, a partir desta terça-feira. A ampliação da faixa etária foi possível em razão do recebimento de um novo lote de doses do fabricante Sinovac/Butantan, pela Secretaria Municipal da Saúde.
O drive-thru da vacinação permanecerá em pleno funcionamento no Parque Conta Dinheiro das 9h às 19h. Alternativa é a Central de Vacinas, ao lado da Policlínica Municipal, cujo atendimento é ofertado das 8h às 18h15min, contudo, neste caso é necessário que o idoso desça do veículo e acesse a Sala de Vacina para ser imunizado.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!