Carmen defende aprovação de novo “Orçamento de Guerra” para enfrentar pandemia

A deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC) defendeu, durante audiência pública na Comissão de Seguridade Social com o ministro da Cidadania, João Roma, que o Congresso Nacional aprove  um novo “Orçamento da Guerra” para atender os setores mais atingidos pela pandemia.

“Os momentos excepcionais que o país vivencia exigem decisões excepcionais. Precisamos ter coragem para avaliar a aprovação de uma nova PEC (Proposta de Emenda Constitucional) para socorrer os setores mais impactados pela crise sanitária”, conclamou a relatora da Comissão Externa de Enfrentamento à Covid.

Para a deputada, além da preservação da vida, a PEC deve ter foco em medidas que possam minorar os efeitos da crise nos mais vulneráveis e no setor produtivo. Ela defendeu a reedição dos programas de manutenção de emprego e renda que foram colocados em prática no ano passado. “Esses incentivos ao setor empresarial, inclusive aos pequenos e microempreendedores, serão fundamentais no enfrentamento dessa nova etapa da pandemia da Covid-19”, argumentou Carmen.

Assistência Social 

A parlamentar ainda manifestou preocupação com a redução de recursos no Orçamento deste ano para a assistência social, que, segundo ela, além da saúde, tem sido bastante sacrificado.

“A redução de verbas vai agravar mais a situação do setor, que é muito difícil. É necessário encontrar alternativas orçamentárias para atender aos que mais precisam”, alertou Carmen Zanotto.

Na audiência, o ministro da Cidadania, João Roma, concordou com a proposta formulada pela deputada Carmen Zanotto em torno da aprovação de um “Orçamento de Guerra” que volte a ser abordado pelo Congresso Nacional.

Foto: Giovanna Bembom

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!