Secretaria da Saúde de Lages promove neste sábado o dia D de vacinação contra a Febre Amarela

A vacina é considerada a melhor forma de prevenção da doença e deve ser feita apenas uma vez

A Prefeitura de Lages, por meio da Secretaria Municipal da Saúde promove neste sábado (10 de abril), o dia D de vacinação contra a Febre Amarela. Para atender a população, a Central de Vacinas e as Unidades Básicas de Saúde (UBS) Popular, Centenário, Santa Helena, São Pedro, Coral, Conta Dinheiro, São Cristóvão, Guarujá, Pró-Morar, Tributo, Santa Catarina e Santa Mônica, estarão abertas, das 8h às 17h, exclusivamente para imunização.

Todas as pessoas acima dos 9 meses de idade devem ser vacinadas contra a Febre Amarela. Desde 2018, Santa Catarina é área com recomendação de vacina. A contraindicação é para quem tenha alergia ao ovo. Pessoas com mais de 60 anos, doentes crônicos, pacientes em tratamento oncológico, portadores de doenças autoimunes, portadores de HIV, gestantes, mulheres amamentando e crianças menores de 9 meses, deverão apresentar solicitação médica para receber a imunização.

A vacina é considerada a melhor forma de prevenção da doença e deve ser feita uma vez. “A vacina contra Febre Amarela está disponível durante todo o ano. Nosso objetivo com o dia D é oportunizar um horário diferenciado para que as pessoas possam procurar pela imunização” explica a Coordenadora de Imunização Franciele Sydne Cesar Hoffer Costa.

Nesta semana a Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive/SC) confirmou a primeira morte por febre amarela em Santa Catarina deste ano. O homem, de 34 anos, morava em Águas Mornas e não constava com registro da imunização no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI).

As pessoas que receberam recentemente a vacina contra a Covid-19 e que ainda não foram imunizadas para a Febre Amarela devem estar atentas ao intervalo mínimo entre as doses. “A recomendação do Ministério da Saúde é que o paciente observe o período mínimo de 14 dias, após a aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19, para, a partir daí, buscar pela imunização contra a Febre Amarela”, destaca a Gerente da Vigilância Epidemiológica Michelli Palma.

Os principais sintomas da doença são: início abrupto de febre, calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas e no corpo, náuseas e vômitos, fraqueza e cansaço, dor abdominal e icterícia (pele amarelada).

Texto: Flávio Fernandes / Arte: Greick Pacheco

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!