ACIL e Banco da Família se reúnem com Marcius Machado para tratar sobre a MP nº 236/2021

Na manhã deste domingo, 11 de abril, o presidente da Associação Empresarial de Lages, Carlos Eduardo de Liz, e a presidente do Banco da Família, Isabel Baggio, estiveram reunidos com o Deputado Estadual Marcius Machado. O objetivo do encontro foi solicitar o apoio do parlamentar para ampliação dos valores e forma de análise do crédito concedido através da Medida Provisória nº 236/2021. O deputado compreendeu as colocações dos representantes das entidades, bem como demonstrou concordar com essas solicitações.

De acordo com a MP, o Governo do Estado poderá conceder auxílio emergencial a microempreededores individuais (MEI) e a micros e pequenos empreendedores, através de linhas de crédito com carência de 12 meses para pagamento, juro zero e 36 meses para amortização. Para MEI, o valor contratual máximo será de R$ 10 mil, e micro e pequeno empreendedor poderão solicitar até R$ 100 mil. Como contrapartida, os empresários deverão manter o mesmo quadro de funcionários pelo período da carência concedida.

Para que os empreendedores que foram efetivamente afetados pela pandemia, tenham acesso a este auxílio emergencial, a aprovação de emenda aditiva à MP nº 236/2021, proposta pelo Deputado Milton Hobus, para alteração das condições para avaliação da concessão de crédito.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!