Torneio de Robótica tem professor lageano como técnico destaque

João Moderno, professor do SESI e SENAI em Lages, foi reconhecido como técnico destaque na etapa estadual do Torneio de Robótica First Lego League (FLL), no último sábado (10). João representa a equipe RoboBaio responsável pelo Game Racing, um aplicativo que viabiliza a prática de exercícios físicos em troca de moedas virtuais.


Os trabalhos que resultaram na premiação do professor, iniciaram em outubro de 2020. Ele conta que durante a preparação com os alunos, buscava inspirações e ideias para auxiliar na execução do projeto. “Sei que trabalhei muito para ter esse reconhecimento. Não dormia pensando no torneio. Se me escolheram, foi pela consideração e dedicação que tive. Me sinto muito honrado por isso”. João comenta que não esperava pelo prêmio, por estar junto de técnicos já conhecidos na disputa.
A equipe RoboBaio, orientada pelo professor, era composta por Gustavo Borba e João Gabriel do 2º ano do ensino médio e por João Vitor e Maria Luiza Siemion do 9º ano do ensino fundamental.
O gerente executivo do SESI e do SENAI na Serra Catarinense, Giovane de Carvalho, afirma que a instituição tem como propósito desenvolver tecnologias que impactem positivamente na sociedade e no aprendizado dos alunos. “Esse reconhecimento faz com que cresça a motivação de professores e alunos para os próximos desafios”.

Tecnologia e novos desafios além da competição

O foco era cumprir com os objetivos de trabalho em equipe, inclusão, inovação e impactos do FFL, mas os alunos pensaram além do torneio e buscaram soluções e recursos no combate à pandemia. Durante esse período, eles desenvolveram mais de 500 protetores faciais e diversos suportes para tubos de respiradores que foram entregues às clínicas e hospitais da Serra Catarinense. Além de uma projeção de respirador mecânico para o desafio Covid 2021.
Ainda no mês de março, o professor João Moderno afirma ter entregue com os alunos outros equipamentos como laringoscópios, utilizados na intubação de pacientes. Todos esses materiais foram produzidos na impressora 3D da escola.

Por Luan Turcati | Fotos: divulgação 

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!