CPI do terreno da Sinotruk faz sua primeira reunião

Na tarde de 2 de junho aconteceu a primeira reunião de trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga supostas irregularidades em relação ao terreno que seria destinado à empresa chinesa fabricante de caminhões Sinotruk. O prazo para conclusão dos trabalhos é de 120 dias, podendo ser prorrogável por mais 60.

O primeiro ato da CPI foi a escolha das funções dos integrantes, cuja maioria é de vereadores da oposição. Profª Elaine Moraes (Cidadania) foi eleita a presidente, ficando a relatoria com Jair Junior (Podemos). Nei Casa Nossa (PSL) é o secretário, enquanto os demais membros são Agnelo Miranda (PSD) e Katsumi Yamaguchi (Progressistas).

“Montamos a Comissão e o nosso trabalho vai ser conduzido de maneira técnica e democrática, sem pressa, com seriedade, cuidado, sigilo, transparência e ética. A população espera de nós este tipo de compromisso e uma resposta a esta situação”, disse a presidente Elaine Moraes.

Em seguida, foi deferido um ofício à Prefeitura com questionamentos iniciais sobre o terreno, a propriedade e a ocupação do mesmo, que será enviado ao Executivo no dia 7 de junho (segunda-feira). A próxima reunião da CPI acontece no dia 15 de junho, provavelmente já com as respostas das primeiras indagações feitas à administração municipal.

Texto e fotos:
Everton Gregório – Jornalista

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!