Estudo indica viabilidade de cinco PCH`s no rio Pelotinhas

O Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina – IMA aprovou em dezembro de 2019, os estudos técnicos da empresa Terra Ambiental para construção de cinco Pequena Central Hidrelétrica – PCH, ao longo do rio Pelotinhas, considerado um dos principais afluente do rio Pelotas. Avaliação integrada de Bacia Hidrográfica foi concluída em abril desse ano.

O Termo de Referência para Elaboração da Avaliação Integrada da Bacia Hidrográfica – AIBH, abrangendo todo curso do Pelotinhas apontou a viabilidade de cinco aproveitamentos hidrelétricos. São eles: Raposo, Coxilha Rica, Rincão, Penteado que prevê a instalação de dois barramentos, um no Rio Penteado e outro no Rio Pelotinhas, e a PCH Santo Cristo.

O estudo indica haver um desnível de 256 metros entre o primeira e a última PCH, o que assegura a viabilidade dos empreendimentos. E permitiu avaliar os impactos positivos e negativos, bem como os efeitos cumulativos e sinérgicos que serão gerados pela implantação dos empreendimentos.

Caberá agora, ao IMA agendar a Audiência Pública prevista no Termo de Referência, assim como as reuniões técnicas e públicas para apresentação e discussão dos trabalhos elaborados nessa fase dos projetos. Para cada PCH foi contratada uma empresa para elaborar o estudo técnico.

Pelo que apontou o estudo, o rio Pelotinhas é junto com o rio Lava Tudo e o rio Vacas Gordas, um dos principais afluentes da margem direita do rio Pelotas. O documento teve o objetivo de atender o Termo de Referência da Bacia Hidrográfica do Pelotinhas, conforme portaria número 068 de 14 de maio de 2014, da Fundação do Meio Ambiente de Santa Catarina – Fatma e as diretrizes do Decreto Estadual número 365 de 10 de setembro de 2015.

Para cada PCH foi analisado o potencial energético. A unidade Raposo poderá gerar 6,9 MW de potência instalada. A PCH Coxilha Rica, 18,0 MW de potência instalada. Rincão com 12,0 MW de potência instalada. Santo Cristo, com potência instalada de 19,5 MW e a PCH Penteado que prevê a instalação de dois barramentos, um no Rio Penteado e outro no Rio Pelotinhas, com potência instalada de 22,2 MW.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!