RETORNO DA OBRA DA CASA DO ABRIGO

Pensando no melhor para o município de Bocaina do Sul, sem perder tempo, a atual gestão Municipal comandada por João Eduardo e Alice Pessoa, pensaram e tomaram uma atitude visando o bem estar e progresso da população Bocainense.

No ano de 2020, mais propriamente no fim do mês de agosto, teve início a obra da construção da Casa do Abrigo “Novo Aconchego”, ao lado da Escola Padre Theodoro Bauschulte, no centro da cidade.

Infelizmente nada aconteceu como o esperado e devido a não renovação de contrato com a empresa de Serviços Duarte e Ferreira Ltda. grande parte do que foi construído pela empresa está sendo desmontado, como afirma o Prefeito Municipal João Eduardo, “infelizmente tivemos problemas na obra da Casa do Abrigo e optamos por não renovar o contrato com a empresa que iniciou essa obra. Estamos demolindo partes que não podemos aproveitar e depois iremos juntamente com nosso Engenheiro Civil e o Engenheiro Civil da Amures, fazer um levantamento para licitarmos uma nova obra.” A respeito da preocupação com tempo perdido, o Prefeito enfatiza, “nossa expectativa é começarmos o mais rápido possível, porem precisamos aguardar todos os processos legais para enfim fazermos uma grande obra e beneficiarmos nossa população”.

O Engenheiro Civil da Prefeitura de Bocaina do Sul, Thiago Rocha, explica o processo que será seguido na obra, “teremos bastante trabalho pela frente e fico muito contente que o Prefeito João Eduardo está decidido em terminar essa importante obra para o município. Seguiremos as seguintes etapas:

1 – Finalização das questões burocráticas e liberação para início dos serviços de limpeza e desmontagem da obra;

2 – Memorial fotográfico final e laudo das condições da obra antes da desmontagem;

3 – Retirada de materiais, Armaduras, tavelas cerâmicas, vigotas, formas, escoras;

4 – Triagem de matérias e descarte de resíduos da construção civil;

5 – Medição do posicionamento dos pilares e fundações com equipamento de precisão com auxílio da AMURES;

6 – Readequação de projetos, planilhas orçamentárias e memoriais descritivos;

7 – Encaminhamento de documentação para demais setores competentes para realização de nova licitação.” finalizou Thiago Rocha.

Por Assessoria de Imprensa de Bocaina do Sul

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!