Por mobilização da Defesa Civil de Lages e empresa Berneck, Projeto Madeira Solidária deverá atenuar os efeitos do frio a famílias lageanas neste inverno e servir para reformas de moradias

Cadastramento de famílias interessadas em kits lenha e madeiras para reformas de suas casas começará na próxima segunda-feira, dia 19 de julho, e entregas irão iniciar na primeira semana de agosto, mas em alguns locais as pessoas já têm acesso a madeiras para seus fogões e crianças, adultos e idosos escaparem da baixa sensação térmica 

A estação mais gelada do ano está presente desde o dia 21 de junho no Brasil e seguirá até o dia 22 de setembro, a vez da primavera. Entretanto, a Serra Catarinense já passou por dias, noites e madrugadas com temperaturas negativas, fortes incidências de geada e neve intensa por três dias consecutivos, nas datas finais do mês de junho de 2021, batendo um recorde dos últimos 23 anos, conforme a Climaterra, especializada em meteorologia.

A prefeitura de Lages, por sensibilização da Defesa Civil (Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil – Comupdec), idealizou o Projeto Madeira Solidária, uma parceria firmada entre a própria Defesa Civil e a empresa Berneck, com seu parque industrial em construção à margem da rodovia BR-116, próximo ao limite entre Lages e Capão Alto, e que doou milhares de quilos de madeiras residuais das suas obras e servíveis, arrecadadas para colaborar com a população de Lages.

Até esta quarta-feira (14 de julho), a Berneck já separou e entregou à prefeitura seis toneladas de materiais (seis mil quilos), destes, dois mil quilos já se encontram nos bairros Habitação e Passo Fundo para os seus moradores. Os produtos foram doados pela empresa Berneck e a Defesa Civil providenciou a realização de coleta, seleção/separação, limpeza e reciclagem de madeiras (adequação ao uso) no próprio canteiro de obras, para entrega às pessoas, e transporte.

Projeto em duas fases, com três intuitos

O exercício do Projeto está fundamentado em duas etapas com logística deliberada levando-se em consideração métodos favoráveis aos cidadãos beneficiados. O primeiro estágio do Projeto configura a entrega de peças de madeira angariadas para serem utilizadas como lenhas pela comunidade lageana.

A distribuição já está em andamento pela Defesa Civil, como, por exemplo, já aconteceu nos bairros Habitação e Passo Fundo, por transporte com caminhão baú da Defesa Civil, a associações de moradores, que selecionam pontos e locais específicos em seus determinados bairros para que a comunidade compareça e faça a retirada dos itens doados, os quais necessita para abastecer o fogão à lenha e aquecer a casa e preparar alimentos quentes.

A fase subsequente do Projeto Madeira Solidária, de contribuição do Poder Público municipal e Defesa Civil à população, compreende o repasse de kits lenha apropriadamente montados e com lenhas cortadas e enfileiradas dentro de pacotes, cuja entrega depende de cadastramento prévio junto à Defesa Civil a partir da próxima segunda-feira (19 de julho), através do telefone como canal de atendimento: 3019-7477 ou 3019-7479, em que o atendimento é prestado de segunda a sexta-feira, das 8h ao meio-dia e das 14h às 18h,  Essencial ter em mãos número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) e citar nome e endereço durante o contato telefônico, assim que o agente solicitar estes dados.

As entregas dos kits lenha deverão começar na primeira semana de agosto. Será estabelecido um ponto de coleta por região do perímetro urbano e as pessoas impossibilitadas de deslocamento em decorrência de serem idosas, acamadas ou com deficiências, serão contempladas com os kits em seus endereços. Os kits estão em montagem no depósito na sede da Defesa Civil, situada no Terminal Rodoviário Dom Honorato Piazera, bairro Universitário.

Da mesma maneira, com cadastramento prévio imprescindível, ainda neste segundo período do Projeto Madeira Solidária, será incorporada a doação de madeiras de tamanhos maiores a serem utilizadas em pequenas reformas de residências, e para tal finalidade também é indispensável o cadastro, previamente, dos cidadãos interessados, de segunda-feira (19 de julho) em diante. Número do Cadastro de Pessoa Física (CPF), nome e endereço deverão ser apresentados ao servidor público ao telefone – 3019-7477 ou 3019-7479, no ato do atendimento. Para a primeira semana de agosto estão previstas as primeiras distribuições.

O critério de avaliação para esta distribuição será o grau de risco oferecido pelas condições estruturais da moradia, analisada pelo departamento de Engenharia Civil da Defesa Civil, bem como será averiguada a necessidade de cada família reivindicadora. Após constatação de enquadramento nos requisitos, as madeiras serão desembarcadas diretamente nas residências. Este trabalho de repasse pela Defesa Civil será executado até que o estoque de madeiras disponível esteja esgotado. “A cada ano enfrentamos outono e inverno severos e neste ano de 2021, como foi em 2020, ainda estamos sujeitos a esta realidade imposta pela pandemia do novo coronavírus, causador da Covid-19, que judiou e judia tanto das pessoas. A Defesa Civil e a empresa Berneck estão de mãos dadas para propiciar calor dentro dos lares lageanos e casas mais seguras a nossa gente. Esta operação prova que o âmbito público e a iniciativa privada precisam estar alinhados e juntos pelo bem dos habitantes de Lages. Nosso agradecimento à Berneck pelo gesto, e à Defesa Civil, nossa admiração por mais esta inovação em seu papel social”, observa o prefeito Antonio Ceron.

Esclarecimento de informações e reconhecimento foram pontuados pelo executivo da Defesa Civil (Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil – Comupdec), João Eduardo da Silva Pacheco (Sargento Pacheco). “O Projeto tem por objetivo de ajudar as pessoas, com material lenhoso, para queima em fogões à lenha, amenizando os impactos do nosso frio rigoroso ao corpo e à saúde, e a outra parte será direcionada para reforma de casas em situações precárias, mediante cadastro e posteriormente haverá o acompanhamento de caso por caso e será verificada a real necessidade do atendimento. Serão priorizadas as pessoas com maior urgência, em situação econômica vulnerável. Queremos agradecer à empresa Berneck pela confiança, apoio ao Projeto e pela doação à Defesa Civil.”

Texto: Daniele Mendes de Melo

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!