Presidentes e diretores das associações empresariais da Serra Catarinense se reúnem para reunião plenária da Facisc

Desde o início da pandemia todos os setores econômicos têm passado por desafios e com as associações empresariais não foi diferente. Além de buscarem alternativas para auxiliar os empresários nesse momento difícil, também precisaram redobrar o trabalho para se manterem. Os resultados deste trabalho foram apresentados na reunião plenária Regional Serra da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc) realizada na noite desta segunda-feira, 26 de julho, na Associação Empresarial de Lages (ACIL).

Em sua fala, o presidente da Facisc, Sérgio Rodrigues Alves, destacou o trabalho que a federação vem desenvolvendo em prol da classe empresarial, em especial, as bandeiras defendidas de interesse social, de interesse do estado e do interesse de todos os associados, entre elas a reforma administrativa e tributária.

Os presidentes das Associações Empresariais de Lages, Correia Pinto (Aciacop), São Joaquim (Acisjo) e Urubici (Aciur), tiveram o grande desafio de realizar suas gestões em período de pandemia e relataram as ações realizadas para enfrentar esse período.

O presidente da ACIL, Carlos Eduardo de Liz, destacou as principais ações desenvolvidas em sua gestão, não apenas de enfrentamento a pandemia, mas também em prol do desenvolvimento econômico da região, como os esforços empreendidos para a abertura da nova ala do Hospital Tereza Ramos; ações para garantir voos comerciais no Aeroporto Regional do Planalto Serrano, em Correia Pinto; proposta para criação de um parque industrial.

Henrique Martins, presidente da Aciur, ressaltou o crescimento de 50% no número de associados, a criação do Núcleo de Pousadas e uma cadeira no Conselho de Turismo de Urubici. O desafio enfrentado pela Aciacop foi manter seus associados, segundo o presidente Guilherme Kuhnen, estão realizando um trabalho de conscientização, mostrando a eles o que a associação pode fazer para auxiliar no fortalecimento das empresas. O presidente da Acisjo, Felipe Vieira, compartilhou com todos o crescimento dos cartões Util, que teve um aumento de mais de 40% no primeiro semestre deste ano.

Além dos presidentes, diretores e colaboradores da Facisc e das associações empresariais também participou da reunião o subchefe da Casa Civil, Juliano Chiodelli, que destacou a implantação de Zonas de Processamento de Exportação (ZPEs), em Ibituba, Dionísio Cerqueira e Lages. “Foram definidas áreas que necessitam fortalecer a economia e atrair novos investimentos. E as empresas que se instalarem nessa área terão incentivos fiscais”, explicou ele. Chiodelli informou ainda que foi lançado um apoio financeiro para bares, restaurantes, eventos, educação e transportes para ajudar a retomada das empresas destes setores, com juros subsidiados pelo Estado. Maiores informações no site do Badesc (www.badesc.gov.br).

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!