Expolages 2021 vai priorizar somente a comercialização de animais

O evento irá manter os moldes do ano passado, voltado apenas à comercialização de animais através dos leilões

A decisão de não avançar com a exposição da indústria e comércio, a exemplo do ano passado, se deve à incerteza do comportamento da pandemia do coronavírus a curto e médio prazos. O modelo do evento foi tomado após algumas reuniões entre as diretorias do Sindicato Rural e da Associação Empresarial de Lages (ACIL). Portanto, a Expolages 2021 que acontece entre os dias 13 e 16 de outubro, terá apenas a comercialização de animais, com a realização dos leilões de Gado Geral, Feira da Novilha e de Reprodutores de algumas determinadas raças.
O evento, portanto, irá transcorrer no mesmo formato do ano passado, inclusive, com a permanência dos animais a serem comercializados, mantidos nas mangueiras cobertas do Parque Conta Dinheiro. A comercialização será totalmente com transmissão virtual pelos canais autorizados, sem a presença de público. “Agora só estamos trabalhando na melhor elaboração do calendário, conforme a quantidade de animais”, ressalta o presidente do Sindicato Rural, Márcio Pamplona.
Conforme os organizadores, para este ano, foi sondada a possibilidade de se fazer alguns julgamentos de animais. Mas, entretanto, a diretoria do Sindicato optou em seguir os mesmos moldes da Expolages de 2020. O entendimento é de que não haveria tempo para planejar e preparar os animais, de parte dos produtores, pois, para isso, demanda de muito tempo, e, em apenas 60 dias não seria possível, e, além disso, não haveria um número substancial de animais.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!