SEMINÁRIO: AS INFORMAÇÕES DO IBGE E SUA IMPORTÂNCIA PARA OS MUNICÍPIOS

   Os censos realizados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) são grandes aliados dos gestores públicos municipais. Dados como idade, escolaridade, acesso a saneamento e renda da população auxiliam na formulação de políticas públicas mais adequadas para cada localidade ou na melhoria das ações já existentes.

O chefe da unidade estadual do IBGE em Santa Catarina, Roberto Kern Gomes, explica como esses números são relevantes na hora dos poderes municipais decidirem onde será aplicado os recursos dos contribuintes: “Uma das principais questões do Brasil é o envelhecimento da população. O município, sabendo disso, poderá investir mais em equipamentos para a terceira idade e em programas de saúde e atenção ao idoso. Por outro lado, as famílias têm diminuído o número de filhos, o que reduz a pressão por creches e pelo ensino fundamental, que é responsabilidade do município. Essas informações são fornecidas, principalmente, pelo Censo Demográfico do IBGE, que vai novamente à campo em 2022”. Entendendo a importância desses levantamentos para prefeitos, vereadores e demais agentes públicos das cidades catarinenses, a Escola do Legislativo Deputado Lício Mauro da Silveira promove o seminário “As informações do IBGE e sua importância para os municípios”. O objetivo é disseminar as pesquisas e dar conhecimento dos levantamentos realizadas pelo IBGE aos agentes públicos municipais. Os participantes também vão conhecer as plataformas e aprender onde buscar os dados já disponíveis. Ainda será apresentado o programa IBGEeduca, um portal voltado à educação e destinado a secretários de educação, professores, alunos, diretores e coordenadores de escolas, com conteúdos atualizados e lúdicos sobre o Brasil. O primeiro evento será no dia 11 de agosto, às 9h30, pelo ZOOM. Os demais encontros acontecem sempre às quartas-feiras até o dia 10 de novembro. As vagas são limitadas e as inscrições estão abertas no site escola.alesc.sc.gov.br/eventos. Além da Escola do Legislativo da Alesc e do IBGE, o seminário conta com a parceria da União dos Vereadores de Santa Catariana (UVESC) e Federação Catarinense de Municípios (FECAM).

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!