Secretaria da Assistência Social e Habitação é contemplada com R$ 400 mil de emenda parlamentar para construção de um novo Cras

O Cras pertence à Proteção Social Básica do Sistema Único de Assistência Social (Suas) e está vinculado ao Ministério da Cidadania

O município de Lages será agraciado com um novo equipamento de assistência social para sua população. No final da tarde desta sexta-feira (13 de agosto), a deputada federal, Caroline De Toni, esteve em Lages e se reuniu com o vice-prefeito, Juliano Polese, com a finalidade de oficializar a destinação de emenda parlamentar extraordinária no valor de R$ 400 mil. Os recursos serão aplicados na construção de um novo Centro de Referência de Assistência Social (Cras) no bairro Santa Mônica, atendendo a comunidade moradora de bairros e loteamentos da região alta da cidade, como Santa Mônica, Caroba, Cidade Alta, Área Industrial, Boqueirão e Vista Alegre.

Os recursos já estão cadastrados e agora aguarda-se o andamento dos trâmites legais para que os valores sejam liberados e depositados na conta do Município. O encontro foi prestigiado pelo secretário da Assistência Social e Habitação, Jean Pierre Ezequiel, e pelo superintendente da Fundação Municipal de Esportes (FME), Renato Nunes de Oliveira Junior (Renatinho).

A estrutura

O novo Cras será construído ao lado do Centro de Referência já existente no bairro Santa Mônica, Cras V – João Machado Nogueira, na rua Luiz Floriani Júnior, com atendimento atual de 1.700 pessoas, chegando à capacidade de duas mil com a nova edificação. Assim que as obras estiverem terminadas, o antigo Cras será desativado e o imóvel entregue ao proprietário, pois é alugado. Na proximidade deste local existe uma Unidade Básica de Saúde (UBS), tornando o espaço um complexo de serviços públicos aos habitantes daquela área, além dos Centros de Educação Infantil Municipal (Ceims) Bairro Santa Mônica e Girassol e da Escola Municipal de Educação Básica (Emeb) Izidoro Marin (Caroba).

O modelo de construção a ser adotado será executado partindo-se de uma destas possibilidades: prédio de pré-moldado com conclusão de obras em até três semanas e custo de R$ 600 mil, ou então um modelo tradicional a estar pronto até final deste ano de 2021. Em ambos os casos será necessário o lançamento de processo licitatório para contratação de empresa de engenharia civil.

O Cras pertence à Proteção Social Básica do Sistema Único de Assistência Social (Suas) e está ligado ao Ministério da Cidadania. O Cras V conta com 340 metros quadrados de área, tamanho proporcional ao novo Cras que será erguido, com padrão de 15 salas, distribuídas para atividades psicoassistenciais e pedagógicas; programas de assistência social, como o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV); programas de artesanato, e atendimento individualizado. “A prefeitura de Lages agradece à parlamentar pelo encaminhamento da emenda a Lages, iniciativa que ampliará o número de pessoas em vulnerabilidade social a serem atendidas e amparadas, propiciando exercício da cidadania e prevenção a problemas sociais”, pontua o vice-prefeito, Juliano Polese.

O secretário Jean Pierre Ezequiel lembra ser a região do Santa Mônica uma área de vulnerabilidade social acentuada. “Uma nova e moderna estrutura de Cras dará a oportunidade de famílias receberem o suporte técnico das nossas equipes em todas as faixas etárias com dignidade, conhecimento de demandas e acesso a ainda mais serviços.”

A deputada federal, Caroline De Toni, natural de Chapecó, Oeste do Estado, classificou a relevância de Lages no cenário catarinense. “Eu me sinto feliz em poder ajudar Lages. Sou da região do Grande Oeste e sinto enorme carinho por Lages pela sensibilidade de fazermos parte da Grande Região. Desejo que possamos colaborar ainda mais com o desenvolvimento do município e trazer mais recursos no futuro”. Em 2020, a parlamentar direcionou emenda extraordinária de R$ 500 mil à Saúde, do Fundo Nacional da Saúde (FNS), para o enfrentamento à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), e em 2021 destinou, por emenda de bancada, R$ 130 mil (Ministério da Cidadania) para a aquisição de dois veículos à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Lages. Estes recursos ainda chegarão à instituição.

O que faz um Cras?

O Cras oferece atendimentos individualizados ou em grupos a indivíduos e famílias. Nestes atendimentos, as pessoas podem compartilhar questões diversas relativas ao seu dia a dia em família e na comunidade, a exemplo das suas dificuldades de relacionamento, de sobrevivência, dos cuidados com os filhos e até situações mais delicadas, como violência doméstica.

Ao todo, Lages possui 24 equipamentos de Assistência Social, entre oito Centros de Referência de Assistência Social (Cras’s), três Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas’s), Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP), Acolhimento Institucional para Adultos e Famílias (Acolhimento POP), Acolhimento Temporário, Serviços de Acolhimento Institucional para Crianças e Adolescentes (Saicas), Centro-Dia do Idoso, Centro de Convivência do Idoso Dom João Oneres Marchiori e Cozinha Comunitária Rolde Romeu Rosar.

Texto: Daniele Mendes de Melo/Fotos: Aline Borba

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!