Aprasc questiona deputados sobre possível retirada do projeto de lei da reposição salarial

A Aprasc participou na tarde desta terça-feira (24/08) de diversos encontros, acompanhados de outras 12 entidades da Segurança Pública, com deputados estaduais. O diretor de Comunicação, Cabo Arlindo Polli Neto, participou das reuniões representando o presidente João Carlos Pawlick.

A iniciativa das entidades em procurar os parlamentares ocorreu em razão de uma notícia de bastidor surgida na Alesc de que o Governo do Estado poderia retirar o projeto de reposição salarial que está neste momento dependendo da apreciação da Comissão Finanças, que é presidida pelo deputado Marcos Vieira (PSDB). Segundo o líder do governo, deputado Milton Scheffer (PP), as emendas de origem parlamentar no caso de projetos que envolvam impacto financeiro possuem vício de origem e por isso a emenda do deputado Jessé Lopes (PSL) foi rejeitada na CCJ. Já o deputado Marcos Vieira, presidente da Comissão de Finanças, tem um entendimento diferente. “A Alesc não é um cartório, não basta o governo enviar um projeto e acreditar que nós deputados vamos aprovar sem debater ou construir um consenso”, explicou Vieira. A Aprasc continua firme na luta por uma reposição justa para todos os praças de Santa Catarina.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!