Lages em Busca do Lixo Zero tem grande participação da comunidade no bairro Santa Helena

Foram recolhidas três caçambas de lixo eletrônico, como máquinas de lavar, televisores, geladeira e computadores, mais uma caçamba de pneus e outras três caçambas de móveis diversos, como sofás e outros

A ação Lages em Busca do Lixo Zero, da Prefeitura de Lages, em parceria com outras instituições, está alcançando todas as regiões da cidade. Nesta sexta-feira (22 de outubro) foi realizada no bairro Santa Helena. A comunidade atendeu ao chamado em prol do meio ambiente e levou todo tipo de lixo e materiais que devem ser descartados corretamente.

Os pontos de coleta foram instalados na sede da Associação de Moradores e no campo do bairro Santa Helena. Equipes também percorreram pelo bairro recolhendo os materiais nas residências. Foram recolhidas três caçambas de lixo eletrônico, como máquinas de lavar, televisores, geladeira e computadores, mais uma caçamba de pneus e outras três caçambas de móveis diversos, como sofás e outros.Todo material recolhido foi encaminhado ao destino correto de descarte.

Esta ação é uma parceria entre a Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente,a Secretaria de Agricultura e Pesca, a rádio Clube de Lages, a Associação de Moradores do Bairro, a União das Associações de Moradores de Lages, e empresas como a Eco Centro Sul, Sunset Pneus e a Ecoponto Pneus.

Segundo o diretor da Secretaria do Meio Ambiente, Paulo Sell, Lages já é considerada referência para outros municípios, até fora do Estado. “Servidores da prefeitura de Colombo, no Paraná, entraram em contato para ter informações sobre a ação e se interessaram em implantar o mesmo modelo na cidade deles”, conta.

Para quem deseja fazer seu próprio descarte correto de lixo eletrônico, a empresa Eco Centro Sul está localizada na rua Santa Zita, 378, no bairro Caça e Tiro. O telefone para contato é o 3224-1218 ou pelo whatszapp 98412-6631.

Mudas de hortaliças para a comunidade

Além do recolhimento do lixo, também foram doadas à comunidade cerca de 2.400 mudas de hortaliças, de produção própria da Secretaria Municipal da Agricultura e Pesca. O senhorArgeu Andrade Mendes, 70 anos é um dos moradores mais antigos do bairro, foi o primeiro da fila para receber as mudas. Ele e a família levaram até o ponto de coleta todo tipo de material, desde pedaços de cano, ferro, garrafas e plásticos. “Sempre tivemos o costume de separar o lixo reciclável em casa, mas tínhamos dificuldades em fazer o descarte correto”, comenta.

O presidente do bairro Santa Helena, João Maria Teles, enalteceu a iniciativa como uma forma de cuidar do meio ambiente e ao mesmo tempo facilitar para quem tem material para ser descartado. “Todos os anos fazemos uma ação como esta no bairro, mas com a pandemia precisou ser pausada por um tempo. As pessoas acabam acumulando em suas casas, ou descartando de forma incorreta. Há algum tempo encontramos um lote vazio cheio de lixo de todo tipo. Vale lembrar que existe um ponto fixo de descarte deste tipo de material, que fica na Associação de Moradores”, salienta.

Texto: Aline Tives/Fotos: Toninho Vieira

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!