Bônus incentiva redução do consumo de energia com desconto na conta de luz

A campanha nacional “Consumo Consciente Já” está a todo vapor no país e a Celesc, em união de esforços com o Ministério de Minas e Energia (MME), a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e a Associação Brasileira de Distribuidoras de Energia Elétrica (Abradee), tem investido na orientação da população para a mudança de hábitos que impactam no consumo de luz. A intenção é contribuir para a garantia do fornecimento de energia elétrica do país – que vive a maior escassez hídrica dos últimos 91 anos.

Um dos principais incentivos para que o cliente embarque nessas mudanças é o Programa de Incentivo à Redução Voluntária do Consumo de Energia Elétrica. A cada quilowatt-hora (kWh) do volume de energia economizado, o cliente garante R$ 0,50 de desconto dentro da meta de 10% a 20%. Assim, além de ajudar o país a enfrentar a escassez hídrica, ao receber o bônus o consumidor terá uma economia maior. 

O cálculo será feito com base no somatório do consumo entre setembro e dezembro de 2021, na comparação com a soma das mesmas quatro faturas de 2020. Se houver uma redução no consumo de 10% ou mais, o desconto será creditado na conta de janeiro de 2022.

Os consumidores aptos a receberem o bônus são os da baixa tensão (grupo B) e os de média e alta tensão (grupo A), das classes de consumo residencial, industrial, comércio, serviços e outras atividades, rural e serviço público, incluindo aqueles residenciais com benefício da Tarifa Social.

Como ter acesso ao bônus

O consumidor não precisa fazer cadastro ou registro na distribuidora de energia elétrica para ter direito ao recebimento do bônus. O bônus apurado será informado na primeira conta de luz recebida após o cálculo do consumo referente ao mês de dezembro de 2021, e creditado como abatimento do valor a pagar na conta de luz subsequente.

Campanha conta com cartilha

A  Campanha “Consumo Consciente Já” está sendo  veiculada nos canais oficiais da Celesc, emissoras de rádio e mídias digitais, e traz dicas simples, mas efetivas, para que a população possa contribuir com essa importante causa para todos. Veja mais informações no site oficial da Campanha. A ação para enfrentar a crise conta, também, com uma cartilha com orientações e dicas para o consumidor. 

“Pedimos o empenho dos nossos clientes no enfrentamento dessa escassez hídrica sem precedentes, com uso racional da energia elétrica. A união de esforços é fundamental para ultrapassarmos esse período. Com atitudes simples é possível economizar energia, gastar menos e, ainda, contribuir para amenizar a crise”, afirma o presidente da Celesc, Cleicio Poleto Martins.

Texto: Marcelle Fernandes

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!