Sistema Municipal de Educação de Lages destaca trabalhos na etapa municipal e estadual da Olimpíada de Língua Portuguesa


Professores e estudantes realizaram trabalhos em cinco gêneros textuais: poesia, memórias literárias, crônica, documentário e artigo de opinião


A 7ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa tem como tema “o lugar onde vivo” e possibilitou às professoras e professores o trabalho com cinco gêneros textuais. Nas turmas de 5º ano com poemas, 6º e 7º anos as memórias literárias, 8º e 9º ano o gênero crônica e nas turmas do Ensino Médio documentário e artigo de opinião.
Entre as ações realizadas aconteceram oficinas presenciais e on-line que oportunizaram o trabalho interdisciplinar, a criatividade e o registro por meio de fotos e vídeos das etapas do trabalho com o gênero textual. Os textos produzidos foram avaliados primeiramente na etapa escolar, por uma comissão julgadora.
Posteriormente, os relatos classificados para a etapa municipal, foram avaliados por representantes da Secretaria Municipal e Estadual de Educação e Associação Lageana de Escritores (ALE). O sistema municipal de educação de Lages se destacou em dois gêneros. Sendo eles:
Gênero Memórias Literárias – relato: Tecendo os fios da memória: reflexão sobre o trabalho pedagógico na Olimpíada de Língua Portuguesa em tempos de pandemia, do professor Carlos Eduardo Canani, da EMEB Suzana Albino França.
Gênero Artigo de Opinião – relato: Sonhar é preciso, mas acreditar é muito mais, da professora Carla Simoni Fritz Moraes, da EMEB Itinerante Maria Alice Wolff Souza.
O Gênero Memórias Literárias da EMEB Suzana Albino França obteve a classificação para concorrer na etapa estadual da olimpíada, representando a cidade de Lages. Mesmo com os desafios da pandemia em 2021 que limitou as práticas totalmente presenciais e diárias nas unidades de ensino, o resultado foi excelente, destacando a qualidade e o compromisso com a educação pública municipal.

Texto: Gustavo Cezar Waltrick/Fotos: Divulgação

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!