Avaliação de professor da Udesc Lages indica ventilação ideal no combate à Covid-19

Cálculos feitos pelo professor Everton Skoronski, do Departamento de Engenharia Ambiental e Sanitária do Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Lages, indicam qual seria a abertura ideal de janelas e portas de um ambiente para ventilação e renovação do ar, reduzindo o risco de contágio da Covid-19.

Segundo o professor, nas salas de aula da Udesc Lages, por exemplo, o ideal é que a área de abertura da janela (ou janelas) seja igual ou maior que a área de abertura da porta. “Com este cálculo, conseguimos garantir, pelo menos, dez litros de ar por segundo, por pessoa na sala”, explica Skoronski.

O cálculo leva em consideração o roteiro da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre ventilação interna no contexto da Covid-19 e, também, a quantidade de vento em Lages, indicada em um estudo feito pela professora Claudia Guimarães Camargo Campos, sobre velocidade e direção do vento predominante em Santa Catarina.

O estudo “Characterization of the predominant wind speed and direction in Santa Catarina, Brazil“, foi publicado na Revista Brasileira de Climatologia e analisa o comportamento dos ventos nas regiões do Estado, com diferentes aspectos (altitude, topografia e padrões climáticos), usando dados diários do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Outros fatores para diminuição dos riscos

De acordo com o professor, além de manter portas e janelas abertas, criando um sistema de ventilação cruzada para a renovação do ar, é recomendado utilizar o aparelho de ar-condicionado no modo ventilação para promover a circulação dentro do ambiente.

Abrir portas e janelas 15 minutos antes de o ambiente ser ocupado também é recomendado. Já, manter apenas um ponto de abertura pode aumentar o risco de contágio. “Quando se tem uma ventilação unilateral, com apenas a porta aberta, por exemplo, o fator de troca é 13 vezes menor”, alerta Skoronski.

O professor lembra que manter o ambiente ventilado é um dos fatores de prevenção, que deve ser somado à higiene das mãos, distanciamento e vacinação. “Não existe uma fórmula mágica para evitar 100% da contaminação. O que a gente faz são ações para reduzir o risco”.

Dicas para ventilação ideal dos ambientes

  • Abrir portas e janelas, criando um sistema de ventilação cruzada;
  • Abertura da janela deve ser igual ou maior que área de abertura da porta;
  • Abrir portas e janelas 15 minutos antes de o ambiente ser ocupado;
  • Usar o ar-condicionado no modo ventilação (com portas e janelas abertas) para promover circulação do ar.

Assessoria de Comunicação da Udesc Lages

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!