Mestrado em Ciências Ambientais da Udesc Lages abre vagas e oferece bolsa

O Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Lages, está com vagas abertas para o curso de mestrado gratuito em Ciências Ambientais, com ingresso no primeiro semestre de 2022.

As inscrições acontecerão até 12 de dezembro, exclusivamente pela internet. Os interessados deverão preencher um formulário eletrônico e anexar on-line os documentos requeridos no edital.

O número de vagas dependerá da disponibilidade de orientadores e da demanda por bolsas e será definido pelo Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais, com base no parecer da comissão de seleção, após as inscrições.

A seleção dos candidatos ocorrerá de 13 a 16 de dezembro e compreenderá análise de currículo acadêmico, análise da proposta de pesquisa e disponibilidade de orientador na área pretendida pelo candidato.

O curso é recomendado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e tem duas linhas de pesquisa, com foco em tecnologia e gestão ambiental: Tecnologia e Modelagem Ambiental; e Monitoramento, Gestão e Controle Ambiental.

Bolsas para alunos novos e regulares

Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais também está com seleção aberta para bolsistas de mestrado. As bolsas são destinadas aos alunos regularmente matriculados e aos candidatos participantes do processo seletivo, com ingresso no primeiro semestre de 2022.

Para se inscrever, os alunos regulares deverão enviar os documentos requeridos no edital de bolsas para o e-mail ppgcamb.cav@udesc.br, até 12 de dezembro. Já os candidatos inscritos no processo seletivo para ingresso no curso serão considerados concorrentes à bolsa, desde que incluam o Requerimento de Inscrição para Bolsa, durante a inscrição on-line.

Mais informações podem ser obtidas na página do programa, pelos telefones (49) 3289-9169, 9139 e 9244 e por e-mail para secepg.cav@udesc.br ou ppgcamb.cav@udesc.br.

Assessoria de Comunicação da Udesc Lages

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!