Carmen defende urgência na votação do piso salarial da enfermagem na Câmara

Em pronunciamento na Câmara Federal, a deputada federal Carmen Zanotto (Cidadania/SC) defendeu urgência na aprovação do piso salarial de R$ 4.750 dos profissionais de enfermagem.

“Com o PL-2564/20 aprovado no senado federal, vamos pautar a matéria no plenário da nossa casa o mais rápido possível, antecipando assim os prazos e lutando para que a aprovação aconteça ainda este ano. No entanto, vamos ter que costurar um acordo aqui na Câmara, já que o senado retirou do PL-2564/20 a jornada de trabalho de 30 horas”, destacou a deputada Carmen.

Ontem, a deputada Carmen reuniu-se com o presidente da Casa, Arthur Lira, juntamente com representantes da enfermagem de todo o Brasil.

O presidente Lira sinalizou favoravelmente ao apelo da parlamentar e das entidades.

 “Vamos aguardar a votação no senado e encaminhar o assunto para o colégio de líderes. Acredito que o debate já poderá iniciar no plenário na próxima semana”, disse o presidente.

 “A enfermagem merece muito mais do que aplausos frente a esta pandemia e todas as ações que desenvolve no dia a dia. Não só a enfermagem, mas todos os trabalhadores da área da saúde, porque são mal renumerados em todas as categorias”, complementou a deputada.

A parlamentar, que é a única enfermeira na Câmara Federal, esteve durante o ano em várias reuniões no Ministério da Saúde com o ministro Marcelo Queiroga e demais representantes das entidades de Enfermagem, o último encontro foi realizado no dia 01/09/21. Também foi realizada uma audiência pública, a pedido da deputada, na Comissão de Seguridade da Câmara.

 “Somos 2,5 milhões de profissionais trabalhando exaustivamente, além de nossas forças. Muitos de nós temos que ter dois ou três empregos para conseguir sobreviver”, lembra Carmen.

Atualmente, a jornada de trabalho da enfermagem é de 44 horas semanais no setor privado, conforme determina a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT – Decreto-Lei 5.452/43). Já no setor público, alguns estados e municípios já adotam 30 horas.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!