O sincronismo e a leveza do ballet invadem o Teatro Marajoara nas apresentações da Escola de Artes e Programa Lages Melhor


O espetáculo do ballet teve como tema o “Calendário”. Cada apresentação representou um verdadeiro passeio pelas datas comemorativas do ano ou um período importante


Pela terceira noite consecutiva o Teatro Municipal Marajoara recebeu as apresentações dos alunos da Escola de Artes, Elionir Camargo Martins e do Programa Lages Melhor, da Prefeitura, por meio da Fundação Cultural. Nesta quinta-feira (25 de novembro), foi a vez das turmas do ballet realizarem a devolutiva de tudo o que foi repassado, neste ano, pelas professoras: Aretha Campos e Maria Eduarda Rafaeli. As bailarinas e bailarino têm entre 5 e 23 anos de idade. No total, 95 bailarinos se apresentaram em duas sessões, nesta noite.
A ansiedade e um pouco de nervosismo eram facilmente notados no semblante dos alunos. Para alguns bailarinos, que iniciaram neste ano com as aulas, esta é a primeira apresentação em um teatro. Mas, com o início das apresentações logo estes sentimentos deram lugar à confiança e técnica de quem se dedicou e ensaiou neste período, considerado atípico, por estarmos em uma pandemia. Aquela vontade de fazer e representar os movimentos do ballet com perfeição em um dos palcos mais tradicionais do Estado, o Teatro Marajoara, contagiaram pais, mães, familiares, amigos e convidados.
A professora Maria Eduarda Rafaeli comenta que foram quase dois anos sem apresentações devido à pandemia. “Passamos por um desafio grande. No ano passado foram as aulas on-line, no canal do Youtube, da Fundação Cultural, muitas trocas de mensagens via celular, tudo para interagir da melhor forma possível com os alunos durante este período sem aulas presenciais. No início deste ano já foi um pouco mais tranquilo com o retorno gradual das aulas, mas mesmo assim, com o novo normal”, explicou.
Apresentações e Coreografias
O espetáculo do ballet teve como tema o “Calendário”. Cada apresentação representou um verdadeiro passeio pelas datas comemorativas do ano ou um período importante: janeiro – jazz, praia; fevereiro – dançando na chuva e volta às aulas; março – Maria Maria; abril – bailarinas; maio – homenagem às mães; junho – festa junina; julho – flocos de neve; agosto – homenagem ao dia dos pais e tributo a Charles Chaplin; setembro – homenagem aos bailarinos; outubro – pirulito; novembro – primavera; dezembro – magia do natal e para fechar, ano novo.
Escola de Artes e Programa Lages Melhor
A Escola de Artes Elionir Camargo Martins tem o objetivo de proporcionar o conhecimento, gosto e respeito pela cultura artística valorizando o processo de interação entre as áreas e a construção do conhecimento através do ensino da arte, danças e músicas, com base na vivência dos valores artístico-culturais, promovendo um espaço intelectual e cultural. Oferece os seguintes cursos: acordeon, ballet, canto e coral, desenho, musicalização infantil, pintura em tela, street dance, teatro, teclado, técnica vocal, ukulelê, violão e violino com os mais renomados instrutores.
A escola também está presente em diversos bairros através do programa Lages Melhor, de idealização do prefeito Antonio Ceron, e tem por objetivo levar arte e cultura para os bairros mais afastados do Centro, dando oportunidade a todos. Os núcleos o Programa Lages Melhor tem suas atividades no bairro Habitação, Guarujá, São Paulo, São Francisco, Santa Mônica, Vila Maria, Pracinha da Cultura (Praça do CEU), Novo Milênio e Salto Caveiras. Os cursos oferecidos são: acordeon, ballet, coral, desenho, street dance e violão.
Sexta-feira último dia de apresentações com o Teatro
Para esta sexta-feira (26 de novembro) é a vez da devolutiva dos alunos do Teatro. As apresentações iniciam às 20 horas, no Marajoara. O valor do ingresso é de R$ 5,00.

Texto: Ari Junior
Fotos: Aline Borba e Ary Barbosa de Jesus Filho

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!