A quatro dias de sua reinauguração, Mercado Público abrirá suas portas todos os dias da semana ao público, a partir deste sábado (4)

Evento com a precaução de saúde: público presente deverá comprovar vacinação contra o novo coronavírus ou exame com resultado negativo e estar com máscara

Monumental e querido pela comunidade serrana, parte suprema das principais páginas do livro do progresso lageano e um dos pontos comerciais e de identidade histórica de origem e cultural mais reconhecidos de Santa Catarina, o Mercado Público Municipal de Lages comemorou 142 anos em 2021 e está iminente a ser reinaugurado depois de uma ampla restauração e extensão de seu espaço físico, mantendo-se as características arquitetônicas patrimoniais, contudo, com evoluções sutis e outras, robustas, seguindo os padrões de modernidade dos grandes centros urbanos. A cerimônia está marcada para sábado (4 de dezembro), às 10h, com a presença do governador do Estado de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva, e os anfitriões, prefeito de Lages, Antonio Ceron, e o vice Juliano Polese.

Para proteção e segurança aos participantes da solenidade de reinauguração no ambiente interno, está em elaboração um Plano de Contingência dotado de protocolos sanitários de prevenção a novas transmissões do novo coronavírus, gerador da doença Covid-19, conforme regulamenta o decreto do Governo do Estado, nº: 21.653, de 24 de novembro deste ano, em que eventos com mais de 500 pessoas deverão contar com os seus planos. A organização do evento em Lages irá obedecer às regras, critérios e ponderações convencionados pelo decreto do Governo do Estado, documento que flexibiliza, como outras, as normas para ocupação de lugares. O governo estadual liberou a capacidade de ocupação dos eventos em 100% e sobre o uso de máscaras faciais individuais facultativas em locais abertos (ao ar livre). As medidas estão justificadas pela redução do contágio em Santa Catarina, diminuição do risco potencial e avanço da vacinação.

Nos casos em que a presença de público supera o número de 500 pessoas, o protocolo prevê comprovante de vacinação completa (duas doses ou dose única) da vacina contra a Covid-19 (18 anos ou mais) ou parcial (12 a 17 anos) ou apresentação de laudo de exame RT-qPCR ou teste de antígeno com resultado negativo. Portanto, servem como exemplos de comprovação, o Cartão de Vacinação Contra a Covid-19 ou o Certificado Nacional de Vacinação Covid-19, obtido em https://conectesus.saude.gov.br/home ou pelo aplicativo oficial do Governo Federal/Ministério da Saúde (MS) de aparelho celular, o Conecte SUS Cidadão. Pelas diretrizes estaduais, está imprescindível o distanciamento de um metro ou isolamento mínimo de uma poltrona entre as pessoas que não coabitam na mesma residência, cumprindo-se o percentual de ocupação máxima simultânea.

Nos ambientes fechados ou naqueles em que não é possível manter distanciamento, o uso de máscara continua obrigatório. Existe a obrigatoriedade do uso de máscaras em espaços abertos apenas onde há aglomeração. O uso se torna opcional nos ambientes abertos em que há possibilidade de manter distanciamento. O decreto estende a situação de calamidade pública até 31 de março de 2022. “Em conclusão, reforçamos, será um dia feliz e de visão com prosperidade, mas não podemos nos descuidar para frear novos contágios. Queremos todas as pessoas saudáveis para aproveitar o futuro do Mercado. Será permitido o acesso somente de pessoas com respeito à apresentação do comprovante de esquema vacinal completo de duas doses ou dose única, ou de laudo de exame RT-qPCR, realizado nas últimas 72 horas, ou de pesquisa de antígeno por Swab com resultado negativo, efetuado nas últimas 48 horas. Convidamos toda a comunidade para a reabertura, pois somos todos merecedores desta tão esperada conquista, uma vitória coletiva e emocionante”, recomenda o executivo de Turismo e Mercado Público, gestor Amauri Bacci.

A Serra em um único endereço

O Mercado Público foi montado para ser uma vitrine de produtos e serviços regionais bem no centro da cidade, com valorização das matérias-primas locais, como o couro, e da agricultura familiar e vitivinicultura. Fabuloso, um dos cartões postais da Serra Catarinense estará em funcionamento todos os dias da semana – de segunda-feira a sábado, das 8h às 22h, e aos domingos e feriados, das 8h às 18h. Em contagem regressiva de relançamento, estão em andamento, atualmente, os serviços de limpeza e montagem em geral e montagens específicas dos boxes, por parte dos cessionários. Do total de 40 boxes, 33 já estão definidos através das licitações. Alguns, em obras.

E você, já sabe como vai ser?

Em sua estrutura de dois pavimentos estarão dispostos 40 boxes, equipada e abastecida com opções de serviços e artigos artesanais com a etiqueta de marcas de Lages, de cafeteria; confeitaria; chocolateria; açougue; fiambreria; bomboniere; vinhos; tabacaria; itens de couro e tradicionalismo; caça, pesca e camping; livraria; souvenirs, restaurante no mezanino; praça de alimentação, e barbearia, além de mais categorias e de auditório e palco para espetáculos artísticos e culturais. Haverá um posto de atendimento da Caixa Econômica Federal (Caixa) para atender os empresários fixados, seus funcionários e clientela dos boxes.

Ao todo, 3.600 metros quadrados de área edificada e R$ 6,3 mi aplicados

Suas obras estruturais e arquitetônicas partem de um investimento de R$ 6,3 milhões, e são executadas pela prefeitura de Lages em convênio com o Governo do Estado, por intermédio de empreiteira contratada, a Terra Engenharia Ltda. O Mercado Público possui 3.600 metros quadrados de área construída, destes, quase dois mil metros quadrados da ala nova. Os trabalhos compreenderam a ampliação de três baias, junto a uma praça de alimentação com um pequeno auditório e palco para apresentações artísticas e culturais, ocupando antiga área de estacionamento.

Mais informações sobre o decreto estadual

O decreto do Governo do Estado autoriza o funcionamento integral dos estabelecimentos que promovam eventos corporativos, feiras de negócios, eventos sociais, shows e entretenimento, inclusive esportivos. A capacidade dos eventos, incluindo presença de público em estádios, está liberada integralmente. O uso de máscara de proteção individual segue obrigatória em espaços públicos e privados fechados, incluindo no transporte público coletivo, e em espaços abertos onde não seja possível manter o distanciamento, com exceção dos espaços domiciliares (residências).

Texto: Daniele Mendes de Melo/Fotos: Greik Pacheco

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!