65 mil doses da Janssen chegam ao estado para o início da aplicação do reforço

O Estado recebeu na tarde desta quarta-feira, 8, mais de 65 mil doses da Janssen para dar início à aplicação do reforço (segunda dose) nos adultos com 18 anos ou mais que tomaram a dose única da vacina há, pelo menos, dois meses. Em Santa Catarina, 260.723 pessoas já estão aptas a receber a segunda dose da Janssen.

“SC tem apenas 0,046% da população com Covid-19. Mas há muitas pessoas que não retornaram para tomar a segunda dose ou a de reforço. Para manter os números baixos, preservar vidas e os avanços na volta à normalidade, é fundamental que todos busquem a imunização”, frisou o governador Carlos Moisés.

De acordo com o secretário estadual de saúde de Santa Catarina, André Motta, a palavra de ordem é agilidade. “Não podemos perder tempo, ao receber as doses da Janssen, imediatamente as vacinas serão encaminhadas aos municípios para que as prefeituras consigam imunizar o quanto antes a população. Nossa meta é aumentar o índice vacinal e para isso precisamos trabalhar com agilidade na entrega das doses e conscientizar a pessoas de que somente a vacina protege.”

Segundo recomendação do Ministério da Saúde (MS), os adultos que receberam uma dose da Janssen devem tomar uma dose de reforço (a segunda dose), do mesmo imunizante, com um intervalo de dois a seis meses da primeira aplicação. A exceção é para as mulheres que tomaram a Janssen previamente e, no momento atual, estão gestantes, puérperas ou lactantes. Estas devem tomar a dose de reforço com a vacina Pfizer, respeitando o mesmo intervalo.

A medida, segundo o MS, foi baseada em estudos científicos que mostram aumento significativo na imunidade após a aplicação de mais uma dose da vacina. 

Municípios irão organizar estratégias de aplicação do reforço

Reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) realizada na tarde desta quarta, 8, definiu que a aplicação do reforço da Janssen será por livre demanda, ou seja, não haverá orientação por faixa etária. Desta forma, como o Estado recebeu até o momento 25% das doses necessárias para o reforço em todos adultos que tomaram a dose única, cada município ficará responsável por desenvolver estratégias próprias de vacinação dentro da sua realidade.

“Os municípios vão poder optar por realizar agendamentos de acordo com o número de doses recebidas ou, ainda, fazer a vacinação por ordem de chegada. Então, é importante que as pessoas consultem as informações das secretarias de saúde de seus municípios antes de procurarem um ponto de vacinação”, explica o superintendente de vigilância em saúde, Eduardo Macário.

O diretor da Dive ressalta que assim que novas doses da Janssen chegarem, a aplicação da dose de reforço poderá ser ampliada. “Existe a previsão de recebermos uma nova remessa na próxima semana. Assim que essas doses chegarem faremos a pronta distribuição aos municípios, ampliando a vacinação até que todos vacinados com Janssen sejam contemplados com o reforço”, finaliza.

A distribuição das doses da Janssen às 17 Unidades Descentralizadas de Vigilância Epidemiológica começa na manhã desta quinta-feira, 9. Das unidades, as doses seguem para os 295 municípios para o início da aplicação na população.

AstraZeneca, Coronavac e Pfizer também serão distribuídas

Também serão distribuídas na quinta, 9, 98.650 doses da vacina contra a Covid-19, sendo:

  • 6.760 doses da AstraZeneca: 1.145 para aplicação da segunda dose (D2) na população adulta com 18 anos ou mais e 5.615 para uso como dose de reforço (DR) na população indigena e nos adultos com 18 anos ou mais que tenham completado o esquema vacinal primário com as duas doses há, pelo menos, cinco meses;
  • 270 doses da Coronavac para a aplicação da segunda dose (D2);
  • 91.620 doses da Pfizer: 4.926 doses para aplicação da primeira dose (D1) nos adolescentes de 12 a 17 anos, 18.936 para aplicação da segunda dose (D2), 65.154 para aplicação da dose de reforço (DR) nos adultos com 18 anos ou mais que tenham completado o esquema vacinal primário com as duas doses há pelo menos cinco meses, além de 2.604 doses para uso como primeira dose (D1) atendendo às solicitações de doses adicionais das secretarias municipais de Saúde para iniciar esquemas nos adultos com 18 anos ou mais de idade.

:: As informações sobre a distribuição e as orientações aos municípios podem ser acessadas aqui

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!