Secretaria de Saúde alerta para circulação do vírus da influenza

A Secretaria de Saúde de Videira informa à comunidade que nesta semana registrou dois casos de influenza em adultos no município e duas crianças com suspeitas seguem internadas. 

Um dos casos está sob investigação para detectar se é do subtipo H1N1 ou H3N2. Os pacientes têm histórico de viagem ao litoral de SC e à Bahia, locais que já notificaram aos órgãos de saúde casos deste tipo de gripe, com situações de agravamento de pacientes. 

Conforme alerta da Secretaria de Estado de Saúde emitido aos municípios catarinenses em 21 de dezembro, é necessário considerar o vírus influenza (gripe) como agente causador de casos de Síndrome Gripal e Síndrome Respiratória Aguda Grave, especialmente em pessoas com comorbidades, idosos e crianças. 

A pasta de Saúde de Videira pontua que é importante alertar a população que a influenza ou gripe é uma infecção viral aguda que acomete o sistema respiratório, com elevado potencial de transmissão. O vírus propaga-se pelo ar, por meio de gotículas respiratórias expelidas por infectados quando falam, tossem ou respiram.

Seus sintomas são febre, tosse seca, dor de garganta, moleza e dor muscular ou de cabeça. Em alguns casos, pessoas com condições de risco, podem evoluir para um quadro mais grave. 

A transmissão da influenza ocorre o ano todo e neste ano, dados epidemiológicos demonstraram um grande aumento dos casos da doença nos meses de novembro e dezembro.

Para evitar o contágio e proliferação do vírus, é fundamental seguir as medidas de prevenção já adotadas contra a Covid-19 como o uso da máscara em ambientes fechados, distanciamento físico, manter ambientes bem arejados e ventilados, higienizar as mãos com frequência e não compartilhar objetos de uso pessoal. 

Em caso de suspeita de gripe, procure o serviço de saúde mais perto de sua casa.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!