Carmen participa de solenidade no Ministério da Saúde para assinatura de portaria dos serviços de diálise

Mais de 140 mil doentes renais dependem de hemodiálise no Brasil e a deputada federal Carmen Zanotto vem trabalhando para que sejam reajustados os valores pagos às clínicas que prestam o serviço pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

A boa notícia é que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, assina nesta quarta-feira, (29), 10h, uma portaria reajustando os serviços dos centros de hemodiálise prestadores do SUS, filantrópicos e privados de todo o Brasil, o que deve trazer fôlego financeiro e investimentos para o setor

Com a pandemia, as clínicas credenciadas enfrentaram superlotação. Em alguns estados quase a metade dos pacientes internados precisaram de terapia renal.

“As clínicas de hemodiálise, assim como os hospitais, tiveram impactos diretos nas suas ações de serviço de saúde. O reajuste irá amenizar um pouco a situação”, destaca Carmen que é autora da proposta de lei (PL.2270/20) que trata do auxílio financeiro pela União às clínicas de diálise durante a pandemia.

A solenidade, híbrida, será realizada no auditório do Ministério da Saúde a partir de 10h, e será transmitida pelas redes sociais (https://www.facebook.com/minsaude e https://www.instagram.com/minsaude/) do Ministério da Saúde.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!