//Caminhada reúne centenas de pessoas pelo Combate ao Abuso e Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes

Caminhada reúne centenas de pessoas pelo Combate ao Abuso e Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes


Com concentração em frente à Praça da Catedral, o ato seguiu pela rua Presidente Nereu Ramos, com encerramento no Recanto do Pinhão, no Calçadão da Praça João Costa
Por meio de exclamações como “Não, não, não, violência não!”, “Cuide da criança!” e “Combate é a solução!”, na tarde desta terça-feira (22 de maio), crianças, adolescentes, adultos e idosos participaram de uma caminhada em alusão ao dia 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes.
De acordo com os dados apresentados pela coordenadora do Centro de Referência de Assistência Social (Cras I), Susane Couto, a cada dez crianças vítimas de violência, quatro foram abusadas pelo pai. “Em 88% dos casos de abuso infantil, o agressor faz parte do círculo de convivência da criança (tios, primos, vizinhos, padastro), por exemplo. O monitoramento da mãe é fundamental para a prevenção e recorrência da violência. É dever de todo o cidadão denunciar qualquer tipo de violação de direito”, diz Susane. O secretário de Assistência Social e Habitação, Samuel Ramos, destacou o trabalho desenvolvido pelos servidores nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras). “Nós precisamos combater a violência e mudar nossa realidade”, comenta Samuel.
Organizado pela Secretaria de Assistência Social e Habitação, através dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras’s), o evento contou com a presença dos Centros de Referência Especializada de Assistência Social (Creas), do Centro POP, das Escolas de Educação Básica (E.E.B.) Vidal Ramos e Vidal Ramos Junior, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) Lages, Associação dos Deficientes Visuais do Planalto Serrano (Adevips) e do Instituto Federal de Santa Catarina (Ifsc) Câmpus Lages.