//Bandas e Fanfarras se preparam para calendário de eventos

Bandas e Fanfarras se preparam para calendário de eventos

O I Encontro de Bandas e Fanfarras será no dia 26 de agosto. O desfile será realizado no bairro Araucária, com saída da Rua Benedito Lessa Theodoro e chegada no CAIC Nossa Senhora dos Prazeres, no bairro Santa Catarina

Com instrumentos a postos, ritmos e melodias na cabeça, dezenas de alunos, de várias instituições de ensino, reuniram-se na tarde desta quinta-feira (13) na praça Joca Neves. Foi realizado o segundo ensaio da Mega Banda, um projeto inédito em Lages, que fez a junção de bandas e fanfarras de escolas municipais e estaduais.Os alunos integrantes das corporações se preparam para um calendário com uma série de eventos que visa mostrar o trabalho desenvolvido, sendo que o primeiro já tem data marcada. Será no dia 26 de agosto o I Encontro de Bandas e Fanfarras. O desfile será realizado no bairro Araucária, com saída da Rua Benedito Lessa Theodoro e chegada no CAIC Nossa Senhora dos Prazeres, no bairro Santa Catarina.

O projeto é resultado de uma parceria entre as secretarias municipais da Educação, Desenvolvimento Econômico e Turismo, Fundação Cultural de Lages e Escola de Artes, Gerência Regional da Educação (GERED), União das Associações de Moradores e Associação Serrana de Bandas e Fanfarras.Este ensaio foi feito com cerca de 70% do grupo, que conta com aproximadamente 450 componentes, provenientes de 16 bandas e fanfarras. No próximo encontro o intuito é reunir todos, sendo que ensaios paralelos estão acontecendo nas respectivas unidades escolares de cada banda.

O maestro e presidente da Associação Serrana de Bandas e Fanfarras, Douglas Antônio da Silva, um dos idealizadores do projeto, antecipa que o repertório conta com uma mistura de músicas mais tradicionais neste tipo de apresentações, como as natalinas “Anoiteceu”, “Noite Feliz”, “Sino de Belém” e também composições clássicas do mundo infantil, como “O Balão Mágico”, até os sucessos contemporâneos, como o hit “Despacito”, a pedido dos alunos. “Os ensaios têm sido bastante produtivos, pois os alunos de bandas diferentes sempre interagem em apresentações como os desfiles cívicos, tornando mais fácil o trabalho”, afirma.Um dos objetivos do projeto é resgatar a tradição de fomento de bandas e fanfarras que Lages ostentava há alguns anos. “Tínhamos, há 15 anos, quase 30 grupos formados, entre bandas e fanfarras. Hoje esse número reduziu pela metade e precisamos incentivar o retorno desta cultura em nossa cidade”, diz Douglas.

Fotos: Marcelo Pakinha