//Indagar é mais cômodo? Porque não verifica pessoalmente?

Indagar é mais cômodo? Porque não verifica pessoalmente?

Esse é o tal “jeitinho brasileiro” de levar vantagem sobre os outros. É o que demonstra o vereador Iranildo Pereira, PR, ao pedir explicações ao prefeito sobre como funciona a fiscalizações sobre os trabalhos realizados pelo pessoal que presta serviço na saúde pública municipal em Lages. Sabe-se e de antemão que a Lei o ampara, para pedir informações ao chefe do Executivo Municipal. Entretanto, também cabe ao vereador a função de fiscalizar. E isso, só se faz com pleno êxito, quando o interessado em querer saber, vai até ao local. Aliás, seria de bom que o edil fosse mesmo, em cada unidade de saúde e dialogasse com o servidor. Saber o que falta e o que pensa quem está prestando um atendimento à sociedade. Afinal, o servidor público, no exercício das suas funções também tem o direito de exigir. Por acaso o vereador foi, durante a sua gestão, em algum Posto de Saúde tomar conhecimento como é o dia a dia de uma enfermeira? Como são as condições de trabalho de um médico? Como é o trabalho de uma Agente de Saúde, que vai de casa em casa, todos os dias para saber como está a saúde de cada cidadão? E então vereador, já fez isso? Dignou-se em sair do seu confortável gabinete para ir cumprimentar o servidor público? Claro que não! Porém, fazer questionamentos “Vossa Excelência” (entre aspas mesmo) sabe muito bem. Na hora de pedir votos, com certeza o edil sabe muito bem ir na casa do eleitor ou no trabalho do servidor público municipal para prometer até o que não se pode realizar em caso de eleger-se. Faça a sua obrigação vereador. Levante-se da confortável poltrona e cumpra a sua obrigação. Fiscalize pessoalmente aquilo que o preocupa. Mostre ao eleitor que votou em ti que, realmente está trabalhando. Tá na cara que é mais cômodo enviar um Pedido de Informação ao chefe do Executivo Municipal, do que ir gastar a sola do sapato para fazer fiscalizações pessoalmente. Sinceramente vereador, tomara que as suas preocupações sejam mais convincentes e, realmente tenham um fundo de verdade e sinceridade na sua maneira de legislar. Essa de ficar gastando conversa fiada sem necessidade, faz tempo que o povão já assiste nas dependências da Câmara de Vereadores.  Não perca tempo, passe numa unidade de saúde e veja com seus próprios olhos se tudo está funcionando como deve ser. Ou pelo menos cumprimente um servidor. Bom dia ou boa tarde são pequenos gestos de muita grandeza por quem o pratica. Com certeza, não é o seu caso.