Juíza fala sobre representatividade feminina a estudantes de Jornalismo da Uniplac

A juíza Naiara Brancher, diretora do foro da comarca de Camboriú, titular da Vara Criminal daquela unidade e cooperadora da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Cevid), do PJSC, foi convidada pelos alunos da quarta fase do curso de Jornalismo da Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac) para falar sobre a representatividade das mulheres na sociedade, especialmente sobre direitos e participação feminina na política.

A entrevista com a magistrada faz parte de um trabalho desenvolvido na disciplina de telejornalismo, em que os alunos, divididos em grupos, escolhem um tema e produzem um VT e um boletim para integrar o “Quarta News”. Quem entrevistou a magistrada foi a acadêmica Carolina Sott. “Ter esse tipo de experiência é muito bom. Poder ouvir uma voz como a da doutora Naiara, que vê diariamente a realidade das mulheres, é muito agregador”, destaca a estudante.

Para a juíza, esse envolvimento com o meio acadêmico é importante. “Nessa interação do Poder Judiciário com a academia ganham os dois lados. É fundamental a universidade trazer reflexões salutares para que possamos pensar sobre a sociedade brasileira”, reforça a magistrada, em agradecimento pelo convite para participar do trabalho e poder compartilhar conhecimentos.

Taina Borges – NCI/TJSC – Serra e Meio-Oeste

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!