Judiciário de SC repassa cerca de R$ 600 mil a projetos de grande relevância social

Três entidades responsáveis por projetos de interesse coletivo e relevante cunho social foram contempladas nesta terça-feira (16/11) com um total de quase R$ 600 mil em valores recolhidos a partir do cumprimento da pena de prestação pecuniária, da homologação judicial de acordo de transação penal, de acordo de não persecução penal e da aceitação da suspensão condicional do processo. A solenidade de assinatura dos convênios de repasse financeiro teve a participação de representantes das instituições e membros do Conselho Gestor da Conta Centralizada do Poder Judiciário de Santa Catarina (PJSC), no Salão Nobre da Presidência, em Florianópolis.

As verbas foram destinadas à Fundação de Apoio ao HEMOSC/CEPON (Fahece, R$ 41.010,00); à Fundação de Estudos Superiores de Administração e Gerência (FESAG, R$ 350.000,00), ambas da Capital, e à Fundação Universidade do Oeste de Santa Catarina – Hospital Universitário Santa Terezinha – (HUST, R$ 205.990,00), de Joaçaba.

Na Fahece, o projeto social beneficiado será o Curso Conexão Hemato – Noções Básicas de Hematologia, que visa oferecer curso à distância aos profissionais da saúde, cuja finalidade é disseminar o conhecimento em hematologia básica para não especialistas. O Hospital Universitário Santa Terezinha foi contemplado com um projeto voltado à aquisição de 20 macas hidráulicas para serem disponibilizadas aos pacientes SUS. A FESAG, por sua vez, teve contemplado o projeto Novos Caminhos, que visa custear o atendimento psicológico de adolescentes acima de 14 anos que estão em situação de acolhimento em estabelecimentos situados nas áreas de abrangência das 16 regionais das vice-presidências da Fiesc.

Na oportunidade, o presidente do PJSC, desembargador Ricardo Roesler, destacou a relevância de se aperfeiçoar e fortalecer a sociedade catarinense. “Nesta solenidade singela, o Poder Judiciário reafirma o seu compromisso com a sociedade catarinense, sobretudo este laço de responsabilidade social que nós temos”, anunciou.

Representantes de entidades aplaudem iniciativa
Representantes das entidades contempladas com os recursos reconheceram o papel social do Judiciário catarinense. “Esse gesto vem justamente a preencher aquilo que nós aprendemos, que a sociedade tem de estar junto. Esse convênio é fruto da participação da sociedade”, reconheceu Michel Scaff, presidente da Fahece. “Queremos, de coração, agradecer essa atitude do PJSC. Sem dúvida alguma, isto vai proporcionar condições melhores para os pacientes SUS que procuram nossa instituição”, declarou Alciomar Antônio Martin, diretor-geral do Hospital Universitário Santa Terezinha.

“Temos que agir no presente e pensando no futuro, pois é no futuro que nós vamos viver. Se queremos algo melhor, temos que pensar naqueles que, infelizmente, não foram tão privilegiados pela sociedade”, reforçou Constantino Assis, presidente do conselho deliberativo da FESAG.

O Conselho Gestor da Conta Centralizada do PJSC é formado pelo presidente do PJSC, desembargador Ricardo Roesler, além da corregedora-geral da Justiça (desembargadora Soraya Nunes Lins) e dos desembargadores responsáveis por órgãos administrativos do PJSC (Leopoldo Augusto Brüggemann, GMF; Salete Silva Sommariva, CEVID; Rosane Portella Wolff, CEIJ; e Antônio Zoldan da Veiga, COJEPEMEC). Também participa o procurador-geral de Justiça.

NCI/TJSC

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!