Júri condena réu que tentou matar por ciúmes em Painel

João Eurides Maciel, foi julgado por tentativa de homicídio qualificado e condenado a oito anos de reclusão, em regime semiaberto, durante sessão do Tribunal do Júri na comarca de Lages. Em fevereiro de 2020, o réu desferiu três golpes de faca contra a vítima em frente a um bar na cidade de Painel, na Serra Catarinense. O júri popular ocorreu por cerca de 10 horas com trabalhos presididos pelo juiz Geraldo Corrêa Bastos, titular da 1ª vara Criminal.


De acordo com a denúncia feita pelo Ministério Público, o crime teria sido motivado por ciúmes de uma mulher que se aproximou da vítima no local dos fatos. Depois de esfaqueado, o homem conseguiu entrar no bar, foi socorrido e sobreviveu. A tentativa de homicídio foi qualificada pelo motivo fútil e recurso que dificultou a defesa do ofendido.
O réu, que tem 32 anos de idade, respondeu ao processo recolhido no Presídio Regional de Lages. Por persistirem os motivos da prisão cautelar, além da garantia da ordem pública, o magistrado negou o direito a ele de aguardar em liberdade por eventual recurso contra a decisão.
Os júris populares na comarca de Lages vêm seguindo todas as orientações sanitárias para prevenção contra o coronavírus. Por conta disso, as sessões continuam sem a presença do público. Somente os servidores do Judiciário, segurança pública, membros da acusação, defesa, jurados permanecem no Salão do Júri. Situação que poderá mudar apenas com orientação do Tribunal de Justiça.

NCI/TJSC

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!