Servidora municipal é agredida em seu trampo

Na quarta-feira, 03/10, uma servidora da Saúde Pública foi vítima de agressão física em função do inconformismo de uma pessoa, já que não estava portando o Cartão do SUS para agendar uma consulta médica. Sabe-se que, sem o documento, o qual é obrigatório em todo território nacional, torna-se impossível realizar o atendimento, já que o Sistema Nacional de Regulação não aceita o agendamento. O agressor da servidora foi detido por um outro servidor até a vinda da Polícia Militar. Ato contínuo foi registrado um Boletim de Ocorrência na Polícia Civil. A Prefeitura Municipal prestou todo o apoio necessário à servidora agredida de ilibada  conduta profissional, e  uma Nota de Repúdio foi emitida. Na verdade, não se justifica uma atitude agressiva em hipótese alguma. É lamentável, e espera-se que  o agressor seja punido por esse ato de truculência que a sociedade condena veementemente.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!

Deixe um comentário