Policial que estava desaparecida foi assassinada pelo marido em Balneário Camboriú

A policial civil Karla Silva de Sá Lopes,28, que estava desaparecida desde quarta-feira (6) foi assassinada pelo marido, um policial militar da reserva. Luiz Fernando foi interrogado na tarde desta quinta-feira (8) na Divisão de Investigação Criminal de Balneário Camboriú e confessou ter dado um tiro na companheira. Ele teria agido desta forma porque não admitia que ela fosse policial. No final da tarde desta quarta-feira ele levou os policiais até a Praia de Taquara, Balneário de Camboriú.

Ambos são naturais de Lages.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!

Deixe um comentário