PM matou a esposa policial e escondeu o corpo

Fernando, da reserva da polícia Militar, enterrou o corpo da vítima na praia

Covardia-Mais uma mulher perdeu a vida vítima da violência doméstica. Luiz Fernando Lopes, 49 anos, confessou que matou a policial Civil Karla Silva de Sá Lopes, 28, sua companheira, em Itapema. Fernando chegou a divulgar que a mulher estava desparecida, na quarta-feira, quando as buscas começaram. Ele disse que a esposa saiu para caminhar pela manhã e desapareceu. No início da noite de ontem, porém, ele confessou o assassinato aos seus superiores na polícia Militar. Mais tarde, Fernando mostrou aos policiais da divisão de Investigação.

Segundo a polícia Civil, Karla deve ter sido morta na noite de terça-feira. O tiro fatal foi na cabeça, mas o laudo do Instituto Geral de Perícia (IGP) vai apontar com mais precisão o trajeto da bala. Karla tinha um filho de 13 anos, e Fernando tem dois filhos de outro relacionamento.

Frieza

No final da tarde de quarta-feira, Fernando acionou a imprensa, a polícia e familiares para comunicar o desaparecimento da esposa. Ele divulgou o seu celular pessoal para que as pessoas pudessem dar informações sobre o paradeiro da policial. Fernando disse que Karla saiu para caminhar e não foi mais vista. À reportagem do DIARINHO, na noite de quarta-feira, Fernando disse que não tinha ideia do que poderia ter acontecido. “Não sei explicar. Ela saiu para caminhar e fiquei aguardando em casa”, justificou.Fernando ainda desconversou sobre a roupa que a mulher vestia. Ele disse que, como Karla saiu bem cedo para caminhar, não sabia ao certo qual era a roupa. “Mas deve estar de shorts, camiseta regata e tênis”, mentiu. Depois que confessou o assassinato ao comando da PM de Itapema, ele teria entregado a arma do crime, uma pistola 380. Ele teria dito que estava com ciúmes de Karla. Os dois teriam discutido e ele atirou.

No fechamento desta edição, ele era esperado na sede da DIC. Fernando estava na reserva da PM. Karla era lotada na delegacia de Correia Pinto e foi transferida para São João Batista, no Vale do Rio Tijucas. Estava curtindo férias em Itapema e deveria se apresentar na delegacia na próxima terça-feira.

Fonte:Diarinho

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!

Deixe um comentário