//Três pessoas são presas durante Operação Abate

Três pessoas são presas durante Operação Abate

A Polícia Militar de Santa Catarina em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO), deflagrou na manhã desta quarta-feira (4), a Operação Abate, destinada a cumprir sete mandados de busca e apreensão emitidos pela 3ª Vara Criminal de Lages.

Em menos de três horas de ação policial, três homens foram presos. Na residência dos envolvidos, localizadas nos bairros Guarujá e Tributo, os policiais encontraram arma de fogo e munições irregulares, animais silvestres e pássaros presos em gaiolas e, ainda, documentos com indícios de falsificação. Também, brincos de identificação de bovinos, encaminhados ao Gaeco por ter ligação com os fatos investigados, celulares, uma arapuca e uma motosserra sem documentação.

A Operação envolveu 45 policiais da Rede Rural de Segurança (RRS), Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT), Rocam, Canil, Cavalaria, Polícia Militar Ambiental (PMA), Gaeco, e contou com o apoio Centro de Apoio Operacional Técnico do MPSC (CAT), e Instituto Geral de Perícias (IGP).
O cumprimento das ordens judiciais de busca e apreensão ocorreram no perímetro urbano, apesar de informações de que os envolvidos atuavam com relativa frequência no perímetro rural.

A ação policial ocorreu depois que a 12ª Promotoria De Justiça da Comarca de Lages e Gaeco, receberam, por meio da Rede Rural de Segurança e guarnições da Rádio Patrulha da Polícia Militar em Lages informações que indicavam fortes indícios da participação dos investigados nos delitos de abigeato – furto de gado, furto, posse e porte ilegal de armas de fogo, organização criminosa e crimes ambientais.

Fotos: Nilton Wolff