Operação fiscaliza o uso correto de antipoluentes em veículos de transporte de carga

A Polícia Militar Ambiental (PMA), juntamente com a Polícia Militar Rodoviária (PMRv) e Instituto Geral de Perícias (IGP), realizaram nesta quinta-feira, 15, uma operação conjunta com o objetivo de fiscalizar o uso correto de antipoluentes em veículos de transporte de carga.

A operação chamada ARLA 32, foi realizada no posto da PMRv da Palmeira, com foco o agente redutor líquido automotivo obrigatório em veículos movidos à diesel, e fabricados a partir de 2012. Durante a fiscalização foi possível constatar que havia veículos com sistema ARLA 32 adulterado, sendo que após efetuado o Teste de Reagente Negro de Eriocromo T no sistema ARLA 32, em busca de adulteração do líquido, deram resultados positivo para fraude. Que diante do resultado, foram lavrados os Auto de Infração de Trânsito, com base no Artigo 230 do CTB – “Conduzir veículo com equipamento obrigatório ineficiente/inoperante”. Os procedimentos da esfera criminal ficaram a cargo da Polícia Militar Ambiental. Ainda nesse sentido os peritos do IGP colheram amostras dos materiais ARLA 32, dos veículos submetidos ao teste de Reagente Negro de Eriocromo T, onde foi produzido o laudo atestando a fraude. Após o encerramento da operação, diversos veículos foram autuados em relação ao uso correto de antipoluentes.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!