Polícia Civil prende autores de tortura e homicídio em Lages

A Polícia Civil, por meio da Divisão d Investigação Criminal de Lages – DIC, cumpriu 4 mandados de prisão temporária expedidos contra envolvidos no crime de tortura e homicídio praticados no dia 09/07/2021.
Iniciadas as investigações, os policiais civis descobriram que a vítima havia sido alvo de uma emboscada, sendo atraída para um local pelos criminosos e, depois de torturada, foi morta e seu corpo deixado em uma rua do bairro São Francisco, próximo à rodovia BR-282.
As investigações apontaram que, um casal, vítima de um furto sucedido no início do ano, no qual foram subtraídas jóias de grande valor. Embora a investigação desse crime tenha chegado ao autor do furto, não foi possível, recuperar as jóias.
O casal, inconformado com a não recuperação das jóias, decidiu por realizar uma “investigação paralela”, e com promessa de pagamento, contratou um policial militar para dar uma “prensa” em um suspeito de ter informações sobre o possível receptador das jóias.
Os envolvidos resolveram armar uma emboscada, atraindo a vítima para uma rua onde, posteriormente, seria sequestrada e levada para outro local, no qual foi torturada para dar informações acerca do paradeiro das jóias e, depois, foi morta e seu corpo deixado coberto por uma lona próximo à rodovia.
Após intenso trabalho de investigação, os policiais civis da DIC identificaram o telefone usado para marcar o encontro, o veículo usado pelos criminosos e suas identidades.
Foi representada pela expedição demandados de busca e apreensão, além da prisão temporária dos envolvidos. Deferidos os pedidos, os envolvidos foram presos e apreendido material para análise e comprovação cabal dos fatos.
Os presos foram encaminhados para o sistema prisional onde ficarão à disposição da justiça. As investigações prosseguem para apurar mais detalhes dos fatos.
Polícia Civil, você pode até não ver, mas estamos sempre presentes.

Fonte:PC/SC

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!