POLÍCIA CIVIL ENCERRA INVESTIGAÇÃO ACERCA DE SUPOSTA AMEAÇA DE ATAQUE À ESCOLA CEDUP EM LAGES

A Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal – DIC Lages, concluiu o investigação policial acerca de ameaças de ataque contra alunos e professores no Centro de Educação Profissional – CEDUP em Lages no dia 29/09/2021.
A Polícia Civil foi procurada pela direção da CEDUP que informou sobre notícias que se espalharam em grupos de mensagens de que um aluno estaria planejando um ataque no qual provocaria um “massacre” contra alunos e professores do estabelecimento.
Imediatamente foram iniciadas diligências para identificar o aluno e a veracidade da ameaça, sendo adotadas medidas de prevenção e provocado o Poder Judiciário para expedição de mandado de busca e apreensão contra o menor.
Autorizadas as buscas, os policiais da DIC Lages foram até a residência do menor e o conduziram, junto com sua mãe, para a unidade policial, onde foram ouvidos.
Trata-se de um garoto, aparentemente com inteligência acima da média e com alguns problemas familiares como pais separados, depressão, problemas financeiros e avô gravemente debilitado. Ainda, o caso foi agravado por episódios de bullying entre adolescentes.
Nesse contexto, em conversa entre o menor e um amigo, por meio de aplicativo de mensagens, o mesmo foi “desafiado”, e postou conteúdo impróprio, que foi observado por outros alunos.
Receosos, o teor da conversa e das postagens foi levado ao conhecimento dos professores que adotaram a medida adequada, comunicar a polícia. No entanto, o teor das conversas rapidamente se espalhou pelos grupos de mensagens e redes sociais, causando pânico entre professores, pais e alunos.
As investigações avançaram e foi constatado que, em momento algum, houve risco à segurança ou integridade física de alunos e professores.
Na conclusão da investigação, foi sugerido que o menor e a família sejam acompanhados pelo Conselho Tutelar e outros órgãos de apoio social.
Os autos foram encaminhados para o Poder Judiciário e Ministério Público, que darão sequencia ao atendimento do menor e de sua família.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!