Judiciário contribui para agilidade e segurança do trabalho feito pelo Águia 4 na Serra

O Poder Judiciário de Santa Catarina contribuiu com R$ 480 mil para a aquisição de uma porta corrediça para o Águia 4, aeronave que atende 18 municípios da Serra catarinense e uma população estimada em mais de 286 mil habitantes.

As verbas são resultantes das penas pecuniárias, uma medida alternativa à prisão em crimes de menor potencial ofensivo, e foram viabilizadas por meio do projeto “Pequenas Infrações Gerando Grandes Transformações”.
A aeronave ficou 15 dias em uma empresa especializada, no Rio de Janeiro, para a troca da porta. Depois que voltou para Santa Catarina, há cerca de duas semanas, ainda não houve uma ocorrência de grande vulto na Serra, mas ela já foi usada em um treinamento em Criciúma, no sul do Estado. Numa simulação de perseguição, os policiais conseguiram localizar uma pessoa no meio da mata por estarem do lado direito do helicóptero.
O comandante da 5ª Companhia de Aviação, tenente-coronel Marcos Paulo Rangel, diz que a dinâmica de abertura e fechamento da porta de uma aeronave usada em ocorrências policiais e de resgate influencia diretamente no resultado da operação. “Agora, com as duas portas corrediças abertas, temos uma gama muito maior para desempenhar as missões com mais agilidade e segurança”.
Até o mês de novembro, o Águia 4 era o único dos quatro helicópteros em atuação no Estado sem as duas portas nesse modelo. “Durante os voos, a porta do lado direito ficava fechada. Isso limitava a atuação dos policiais”, recorda. O comandante lembra que algumas vezes a equipe deixou de fazer algum tipo de operação quando o vento estava desfavorável e em terreno acidentado, por exemplo, porque não podia acessar o local a não ser pelo lado direito.
O Águia 4 começou a operar na Serra em maio de 2015, com atuação em ocorrências policiais, de salvamento, apoio operacional ao SAMU, Bombeiros, Defesa Civil e outros órgãos e operações de alto risco.

Taina Borges – NCI/TJSC – Serra e Meio-Oeste

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!