Na Alesc  Colombo relata as vitórias e dificuldades do seu governo

Por mais de uma hora, o Governador Raimundo realizou um longo discurso na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina – ALESC -. Não se pode dizer que foi seu último discurso pronunciamento, porque nunca se sabe o dia de amanhã. Afinal, “política é como nuvem, a cada momento está em um novo lugar”, como já o saudoso Ulysses Guimarães. Colombo ainda pode voltar.

Conquistas e dificuldades

Daqui 10 dias o Governador deixará interinamente o comando do Governo, entregando o cargo ao seu vice, Eduardo Pinho Moreira, MDB. Sua renúncia, para candidatar-se ao Senado, será em Abril. Aproveitou durante o pronunciamento na Ales para reavivar conquistas e desafios durante sete anos e meio à frente chefia do Poder Executivo Estadual Catarinense. Segundo ele, ainda quer concretizar o Fundan 2, um empréstimo a Fundo Perdido para as prefeituras municipais, que deverá ser liberado através do BNDS, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil. Aproveitou também para agradecer aos parlamentares pela consideração e respeito recebido. Dentro do que determinava o protocolo na Alesc, coincidentemente, os dois parlamentares que deverão participar do pleito eleitoral de 2018, à sucessão de Colombo estavam lado a lado no plenário da Alesc. São eles, deputado federal, Marco Mariane, presidente do MDB/SC e o deputado estadual Gerson Merísio, presidente estadual do PSD.

Colombo cobra Fundan 2

Aproveitando o apoio que vem dando ao Governo Federal para aprovação da Reforma da Previdência, Colombo revelou que ligo ao Presidente Temer quando conversaram sobre a liberação do Fundam 2 que, devido a burocracia está retardando a liberação do Fundan 2. Por outro lado, Raimundo Colombo informou que há uma proposta dos governadores sobre a criação do Fundo Previdenciário que prevê a utilização dos ativos das unidades da Federação. O Governador disse que Santa Catarina possui R$ 18 bilhões de reais sem utilizar. A proposta de Colombo é convocar os próximos governantes para a concretização dos objetivos propostos.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!

Deixe um comentário