//Soluções inovadoras na construção civil podem ser usadas nos municípios

Soluções inovadoras na construção civil podem ser usadas nos municípios

O encontro para tratar de questões ligadas à mobilidade urbana das cidades do futuro atraiu mais de 100 pessoas entre engenheiros civis, arquitetos, gestores públicos, estudantes e profissionais da construção civil. O evento organizado pelo Sinduscon contou com o apoio da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), Associação dos Municípios da Região Serrana (Amures) e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e foi realizado pela Associação Brasileira de Cimento Portland, uma entidade sem fins lucrativos, que tem o objetivo de promover estudos sobre o cimento e suas aplicações.

Experiências com soluções já adotadas em outras cidades serviram de exemplo para mostrar como abrir as portas para o desenvolvimento de novos produtos e tecnologias aplicáveis nas vias urbanas. Santa Catarina se destaca por ser um dos estados que mais buscam usar essas inovações em suas cidades. Nas regiões do Vale do Itajaí e Litoral Norte é fácil encontrar ruas já construídas com esse novo conceito.“Em Blumenau temos uma via construída há 18 anos e que nunca recebeu reparos”, destaca o engenheiro Alexsander Maschio, representante da Associação no Sul. Neste caso, o material usado trará, em 20 anos, uma economia de 40% porque não requer qualquer tipo investimento com consertos.“É isso que os gestores municipais precisam compreender. O mais barato vai custar caro. E se engana quem pensa que o investimento nessas novas soluções é muito maior. A implantação é completamente viável e compatível aos valores praticados no modo tradicional. A diferença não chega a 10%.”

 O engenheiro Dejalma Frasson Júnior falou ainda do pavimento que absorve a poluição, usado há 30 anos no Japão, e resulta em adubo para o solo, sobre as pavimentações com maior absorção de água e outras soluções que impactam diretamente na vida das pessoas, sejam relacionadas à segurança, estética ou bem-estar. O presidente do Sinduscon, Alcir Prandi, destaca que o encontro foi importante para o desenvolvimento do setor. “Os profissionais da área tiveram a chance de conhecer o que há de mais atual e pode ser usado em seus projetos. Já os gestores públicos puderam conhecer experiências que deram certo em outras cidades e são completamente viáveis nas suas”.A Associação Brasileira de Cimento Portland presta consultorias e auxilia os municípios na busca de recursos para execução de projetos.

Texto e fotos: Catarinas Comunicação