//SEMASA orienta para economia de água e vai implantar quatro novos reservatórios

SEMASA orienta para economia de água e vai implantar quatro novos reservatórios

A chegada do Verão sempre tem sido ao longo dos tempos, uma oportunidade ímpar para lembrar a população que, sabendo usar a água de forma racional, certamente não faltará.  Por um outro lado, o alto consumo com a chegada dessa estação, e os desperdícios em diversos segmentos da atividade humana também são fatores que devem ser repensados. Aliás, saber usar a água com racionalidade é até questão de educação e de coerência, pois sabendo usar, não vai faltar. Em Lages, ultimamente, a distribuição de água não tem afetado a população; porém, se faz necessário economizar, usando com coerência e responsabilidade. Calcula-se que no País, 36,4% da água tratada se perde por algum motivo, segundo estudos recentes do Departamento de Recursos Hídricos do Ministério do Meio Ambiente. As causas, não estão apenas no desperdício praticado pelo consumidor; também, na má distribuição da água nas cidades, com defeitos técnicos em equipamentos ou vazamentos nos encanamentos, etc. Claro que, não se deve e nem pode esquecer do desmatamento praticado pelo homem sem nenhuma responsabilidade; assim como pelo gasto excessivo em agronegócio, indústrias, no uso residencial, etc.

Desperdício de água

Muita gente aproveita a chegada do Verão para difundir a necessidade de economizar água, como se a escassez de acontecesse somente nessa época do ano. Assim que, aproveitam da oportunidade para aconselhar a população não desperdiçar água com medidas simples a serem tomadas. Tais como, não lavar casas, pátios, carros e calçadas com mangueira. Também, sempre que possível fechar bem as torneiras, tanto no lavar a louça e depois de fazer a higiene bucal e após fazer a barba, restringir ao máximo o uso da máquina de lavar roupa. Na verdade, há muitos maneiras de economizar água.

Coletar água de chuva:

Faz-se necessário um recipiente para coletar o líquido. O melhor, se houver espaço no terreno ou na própria casa, o ideal será construir uma cisterna, e sempre manter tampada para evitar mosquitos transmissores de enfermidades. A tampa deve ser fixa. A água coletada deve ser utilizada para as limpezas domésticas, como calçadas, descargas e, também do automóvel. Não consumir, de forma alguma, a água da chuva, ela pode estar contaminada com resíduos atmosféricos. Nem fervendo, jamais deverá ser usada para o consumo humano ou de animais. Vale lembrar que a água coletada da chuva, não deve permanecer num recipiente mais do que quatro dias.

Reuso da água

No lar, as donas de casa, sempre que puderem, deve fazer ou orientar pela prática da economia de água. Como o reuso do líquido, da sobra de cozimentos de macarrão ou legumes. Enquanto que, no uso da máquina de lavar roupa que gasta a cada 5 quilos e roupa, gasta 145 litros de água, deve-se coletar a água e usar para outros fins, como descarga em vasos sanitários, ou lavagem de banheiros. Uma outra economia deve ser feita através da vedação de piscinas de tamanho regular; que se bem coberta vai evitar a evaporação de 90%, economizado quase 1000 litros de água.

Faça a sua parte

Há também várias formas de economizar o líquido precioso como, fechar bem as torneiras. Os famosos pinga-pinga de uma torneira, pode representar um desperdício de água de até 16 mil litros de água limpa e tratada. Ao lavar o veículo faça o opção pela lavagem a seco, pois num processo normal vai gastar em média 500 litros de água, e no processo de lavagem a seco, apenas 4 litros. Há ainda o ar condicionado que você tem instalado na parede de sua casa ou apartamento que, quando ligado fica pingando água. Também dá para fazer economia. Encontre a válvula que expele a água do aparelho e coloque um balde ou uma bacia na saída dessa válvula de modo a coletar a água que, serve para limpezas de pisos, sanitários, quintal, calçadas, etc.Essas são algumas formas de economizar água. Faça a sua parte.

 SEMASA lança Edital de Licitação: Implantação de mais quatro reservatórios de água.

Valor estimado do investimento: R$ 6.237.623,47

Visando a melhorar o abastecimento de água em Lages a SEMASA quer implantar quatro reservatórios metálicos cilíndricos de água. A Licitação, do tipo Menor Preço Global está programada para o dia 30/01 de 2018, às 09:00 horas. Segundo o Secretário Municipal da SEMASA, Jurandir Agustini, “está será uma importante obra de infraestrutura de água em Lages. Após a conclusão dos serviços e o pleno funcionamento destes reservatórios, iremos garantir pelo menos mais 8 milhões de litros de água”, observa Agustini.

Vale lembrar que atualmente o município de Lages conta com 20 reservatórios. Os quatro novos a serem implantados serão nos seguintes bairros: São Pedro; Rua Vivandério Santos Vale, bairro Restinga Seca; Rua Jaci GUIDALLI E NA Rua do Morro do Posto: rua Professor Simplicio. Ainda, segundo o secretário municipal da Semasa, “o planejamento de investimentos é de R4 58 milhões. São obras e serviços que irão melhorar o sistema de abastecimento de água e esgotamento sanitário da cidade” disse Jurandir Agustini.

Orientação e Saúde

A SEMASA orienta e solicita aos consumidores de água que tentem utilizar menos volumes de água potável e mantenham a água purificada com pastilhas de Cloro, bem como diminuir as lavações de automóveis e calçadas e redução de tempo de banho.