//Familiares e amigos de guri morto em festa fazem manifestação e pedem justiça

Familiares e amigos de guri morto em festa fazem manifestação e pedem justiça

Com uma faixa escrita “Nada Justifica Tamanha Covardia”, familiares e amigos de João Vitor Meneguzi, de 14 anos, guri tradicionalista, de muitas amizades, querido por todos, foi morto a tiros, a sangue frio, covardemente, por um elemento, que disparou mais de 14 vezes, uma atitude com requintes de crueldade, durante uma festa de som automotivo no interior de São José do Cerrito.

Na tarde deste sábado,(11), um manifesto (caminhada), pedindo justiça e mais segurança em Lages, aconteceu no bairro Santa Catarina, às 13hs, onde residia João Vitor, Colegas foram chegando, em seguida iniciou a caminhada, que saiu da rua Aujor Luz, com o batedor realizado pelos Agentes de Trânsito e Polícia Militar.

Sociedade vive ilusão de segurança

Logo à frente o que chamou atenção, foi dois amigos de João, caminhando com o cavalo dele, que parecia estar triste. Boa parte dos participantes, trajavam camisetas com foto estampada do rapaz.

Durante o trajeto, se ouvia pedido de justiça, e algumas paradas onde era feito orações. O manifesto, por onde passou deixou muita gente emocionada e chorando. E o que aconteceu com essa família poderia ter acontecido com a sua. Nossa cidade, esta violenta. Não será com fotos de prevenção, iludindo o povo na tentativa de esconder o aumento do índice de criminalidade, que devemos acreditar que a sociedade de Lages está com segurança. Ledo engano. Muita maquiagem de segurança está sendo feita, e a cada dia que passa a insegurança aumenta ainda mais A Polícia Civil já tem nome do autor deste crime que chocou a cidade, só falta prendê-lo, é isso que a família espera, e que se faça Justiça. Por isso o manifesto, que foi até à 8ª Delegacia Regional de Polícia, e Fórum da Comarca de Lages.