//Projeto da Prefeitura estimulará o descarte correto do lixo eletrônico na comunidade

Projeto da Prefeitura estimulará o descarte correto do lixo eletrônico na comunidade

 

Quatro escolas pilotos entrarão no projeto, que visa coletar todo o lixo eletrônico descartado nos bairros

Assim como o lixo reciclável tem atenção especial através do projeto Gincana Recicla, com participação de todos os alunos da rede municipal de ensino, agora chegou a vez do lixo eletrônico também ter um destino correto nas escolas municipais. A ideia é disseminar a proposta entre os alunos e suas famílias, e assim estimular o hábito do descarte adequado entre as comunidades.

Para isto, a Prefeitura de Lages, através das Secretarias da Educação e Águas e Saneamento (Semasa) que uniram forças para desenhar o projeto e tirá-lo do papel. A primeira reunião aconteceu nesta sexta-feira (21 de fevereiro). A princípio foram recrutadas quatro escolas pilotos: Escolas Municipais de Educação Básica (Emebs) Mutirão, do bairro Habitação, e Osni de Medeiros Régis, do Tributo, e os Centros de Atenção Integral à Criança (Caics) Nossa Senhora dos Prazeres, do bairro Santa Catarina, e Irmã Dulce, do Guarujá.

No final do ano, a unidade que mais coletar lixo eletrônico receberá um prêmio como forma de reconhecimento, que será ainda definido. Caso tudo ocorra conforme o esperado, o projeto será expandido para todas as unidades escolares do ensino fundamental do município.

Todo material coletado será encaminhado para a empresa Eco Centro Sul, que dará destinação adequada. Lixo eletrônico é todo resíduo material produzido pelo descarte de equipamentos eletrônicos, como lâmpadas, pilhas, baterias, celulares velhos, peças de computadores, televisores e impressoras. “Nossas casas estão entulhadas de lixo eletrônico e não sabemos que destino correto dar. Então a escola será um espaço adequado para isso. Também é importante levar essa conscientização para nossos alunos, sobre o cuidado com o meio ambiente”, comenta a secretária da Educação, Ivana Michaltchuk.

A Semasa irá disponibilizar os coletores que deverão ser usados especificamente na coleta do lixo eletrônico. Além das referidas escolas, outros oito pontos estratégicos da cidade receberão os recipientes.

A prefeitura de Lages já conta com um convênio com a empresa Eco Centro Sul, que realiza o recolhimento do lixo eletrônico na cidade. “Sabemos que esta coleta conta com pouca adesão da população, e percebemos o poder de difusão que tem a Secretaria da Educação, levando esta conscientização para os bairros através dos alunos. Por isso esta parceria tem tudo para dar certo”, enfatiza diretor de resíduos sólidos da Semasa, Milton Matias Filho.

Texto: Aline Tives/Fotos: Toninho Vieira