Uma pequena ação através de um grande exemplo

O vereador Bruno Hartmann, devolveu os dois celulares que a Câmara disponibiliza a cada Gabinete. Segundo o edil, “visando economizar e ter mais respeito com o dinheiro público, cancelamos nossa última linha de telefone dos assessores. Todas as linhas que usamos são particulares, gerando mais economia e menos gasto com a verba de gabinete”, foi o que postou em seu Face.

Na verdade, para a Câmara de Vereadores, cada linha custa 68,84. Como o Gabinete tem duas linhas, custa por mês R$ 137,68; saindo por ano, R$ 1.652,16. Ainda segundo o edil, desde o início do seu mandato, em seu Gabinete são usadas linhas particulares. É bom lembrar que a Câmara de Vereadores de Lages, é integrada por 17 vereadores. Que cada um gaste R$ 137,68 por mês com linhas telefônicas, custará mensalmente, R$ 2.340,56; ou seja 28.086,72 por ano, o valor que o Poder Legislativo de Lages gasta com celulares para os assessores de cada gabinete dos vereadores. Há, realmente a necessidade de tantos celulares na Câmara de Vereadores de Lages? O que fazem tanto esses assessores para usarem tantos equipamentos assim? Lembrem-se: o dinheiro é do povo!

Que o exemplo do vereador Bruno Hartmann seja levado em consideração por todos os edis do Poder Legislativo de Lages.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!

Deixe um comentário