Médicos do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres em estado de greve

O atraso no repasse financeiro do Governo do Estado está em atrasos de seis meses. Num valor de 216.000,00 por mês, o montante já atingiu R$ 1.296.000,00. Segundo o que se tem notícia extra oficialmente, o motivo do atraso se deu em virtude dos termos do contrato feito pelo ex secretário Vicente Caropreso.  Diante dessa situação, estão suspensos os serviços de sobreaviso, plantão e emergência, desde o dia 15 de fevereiro segundo uma nota expedida pelo Sindicato dos Médicos (Simesc). Os médicos do HNSP informaram que estão sendo atendidos apenas os casos de risco de morte. De acordo com o médico João Pedro Rosado, diretor clínico do hospital em Lages, no dia 20, terça-feira, acontecerá uma reunião no Gabinete do Secretário de Estado da Saúde, Acélio Casagrande, em Florianópolis. Na posse de Eduardo Pinho Moreira, no dia 16, no Centro Sul em Florianópolis, o titular da Pasta da Saúde foi informado sobre o atraso do repasse.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!

Deixe um comentário