Jogo político ou maneira de esconder a verdade

O ano de 2017 foi marcado por declarações e participações em eventos, do  emedebista Juarez Mattos, primo do ex-prefeito de Lages, Elizeu Mattos. Atualmente é o chefe de Gabinete do deputado Coruja na  Assembléia Legislativa. Por várias vezes Juarez disse:  “O deputado Coruja não vai concorrer à reeleição, e o Elizeu sairá a deputado federal. Assim que, o candidato a deputado estadual do MDB em Lages sou eu”. Parecia que tudo estava certo. Ledo engano, principalmente se levar em conta as últimas declarações de Elizeu Mattos à imprensa lageana. “O candidato do MDB à Assembléia Legislativa hoje, é o Coruja. Ele assumiu a titularidade e tem a preferência total. E, tem sido um bom deputado, combativo, inteligente e tem feito a diferença no parlamento catarinense”,observou o ex-prefeito de Lages, porém, deixando em entre linhas que seu objetivo é o retorno à Prefeitura de Lages: “não posso viver de eleição a eleição. Cada um tem seu tempo. Estou pedindo um tempo e talvez daqui a dois anos e oito meses esteja aí de volta”. Só faltou dizer claramente, em alto e bom som que daqui a dois anos e oito meses será candidato a prefeito de Lages.

Enquanto isso, entre Juarez Mattos e Coruja, é bem provável que o médico lageano seja realmente candidato à reeleição e deverá voltar à Assembléia Legislativa. E, Juarez Mattos, continuará sendo seu chefe de Gabinete. Assim é a política eleitoreira, não importa o que pensam e dizem os políticos. A realidade sempre é outra.

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!

Deixe um comentário