//Prefeitura produz mudas de flores no Horto do Caça e Tiro

Prefeitura produz mudas de flores no Horto do Caça e Tiro

Serão produzidas cerca de 80 mil mudas de espécies de inverno: de amor-perfeito, boca de leão, petúnia, repolho ornamental, calêndula e cravo

Há uma semana a Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente desenvolve a semeadura de flores de inverno, no Horto da Várzea-Caça e Tiro. Ao todo serão produzidas 80 mil mudas de inverno para o plantio em canteiros de ruas, avenidas, praças e logradouros públicos municipais.

Cerca de 25 mil mudas já foram semeadas, no período de uma semana, as quais dentro de 30 dias já poderão ser plantadas. “Inicialmente, é feita a semeadura. Têm espécies que precisam ir para a estufa, para germinarem. Outras não. São semeadas e depois vão diretamente para canteiros ao ar livre, no Horto”, explica o secretário municipal, Euclides Mecabô (tchá-Tchá).

Tchá-Tchá disse que em 2017, a prefeitura produziu 120 mil mudas de flores, entres as espécies de verão e as de inverno. “Quando o clima é bom, as flores duram mais. Já neste verão, por exemplo, muitas espécies não resistiram os rigores do tempo – o prolongado período de estiagem -, e morreram mais cedo”, fala o secretário.

Nos canteiros instalados no cruzamento das ruas Emiliano Ramos e Caetano Vieira da Costa, no Centro da Cidade, as espécies de verão floresceram por um curto período de tempo e depois secaram. Ali os jardineiros não removeram as flores, apenas desenterraram as raízes. “Os ramos secos vão se transformar em adubo, contribuindo para melhorar o desenvolvimento das mudas produzidas no Horto, quando forem ali forem plantadas”, conclui Tchá-Tchá.

Espécies de inverno – Amor-perfeito, boca de leão, petúnia, repolho, calêndula e cravo.

Fotos: Marcelo Pakinha