Morte de idoso na BR-282 foi uma tragédia anunciada

No final da tarde desta quarta(17), um idoso de 67 anos morreu após ser atropelado por um caminhão na BR-282 em Lages. O acidente foi registrado por volta das 16h40 na marginal da rodovia, no bairro Santa Maria, em frente ao antigo barracão da empresa Lubrillages. Populares acionaram o Corpo de Bombeiros e Samu, informando de um atropelamento, quando os socorristas chegaram ao local, encontraram Osvaldo Borges da Silva, de 67 anos, sem vida. A Polícia Militar, foi a primeira a ser avisada por uma testemunha, que disse que o caminhão que atropelou a vítima, era um caminhão VW de cor vermelha placas MHZ-1892 de Rio do Sul, que fugiu do local sem prestar socorro à vítima que ficou estendida ao chão.

Segundo informações, Osvaldo atravessa a rodovia quando foi atropelado. O águia 4, sobrevoou à BR-282 e localizou o caminhão próximo do trevo dos Índios, dois ocupantes estavam no interior. O Motorista Michael Simões de Franca, de 19 anos, ficou surpreso por ser abordado, ele disse que não tinha atropelado ninguém. A Polícia Rodoviária Federal, vistoriou o caminhão e constatou que não tinha nenhum vestígio do atropelamento. Diante disso e da versão do motorista, ele foi conduzido à delegacia de Polícia, aonde foi aberto um inquérito policial para apurar os fatos. Uma equipe do IGP esteve no local e fez a remoção do corpo do idoso.

Não faz muito tempo o DENİT anunciou a assinatura do contrato com a empresa que implantaria as cinco passarelas sobre à Br 282, no perímetro urbano de Lages. Segundo foi a anunciado, havia, inclusive, a data para iniciar os trabalhos, já que o prazo de entrega era de um ano. Hoje, nem se comenta.Na verdade, a BR 282, trecho do perímetro urbano de Lages, nem sequer está inaugurado. Essa rodovia que demorou 200 anos para ser concluída ainda continua apresentando problemas. Há poucos dias era a questão do afunilamento de um dos viadutos. Não houve solução, o problema continua. Agora são as ditas passarelas. Por falta delas, hoje aconteceu um atropelamento envolvendo um pedestre, que perdeu a vida.

E agora DENİT?

Cadê as passarelas?

 

Achou essa matéria interessante? Compartilhe!

Deixe um comentário